Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Previsão de austeridade desafia planos do São Paulo para 2018

Conselheiros querem que diretoria tricolor defina formas de cumprir o orçamento sem afetar competitividade do time

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

25 Novembro 2017 | 07h00

A semana que vem será decisiva para o próximo ano do São Paulo. O Conselho de Administração se reunirá na segunda-feira para terminar de discutir e aprovar o orçamento do clube para 2018. Uma das principais preocupações é evitar que o time, na próxima temporada, seja afetado por possíveis baixas no elenco, como aconteceu em 2017. E isso tudo passa pelas definições do orçamento.

+ Conselho alerta diretoria do São Paulo para que 2018 não seja 'mais um 2017'

O órgão quer que a diretoria do São Paulo se comprometa a cumprir o planejamento que começa a ser discutido. Para isso, espera que os dirigentes apresentem neste encontro um plano de metas para baixar as dívidas e as despesas em 2018, e defina objetivamente formas de cumprir o orçamento da temporada, sem afetar a competitividade do time.

O Conselho ainda discute o que fazer com o dinheiro da venda de jogadores: quanto o São Paulo deve investir para repor as peças e quanto deve ser usado para amortização de dívidas. Uma definição sobre isso pode se tornar regra dentro do clube. Depois de ser aprovado no Conselho de Administração, o planejamento ainda passará pelo Conselho Deliberativo.

O Estado apurou que, nos corredores do Morumbi, há receio de que a próxima temporada possa ser tão dramática quanto foi a de 2017. O alívio do time no Brasileirão, agora livre de rebaixamento, fez o São Paulo iniciar de fato a preparação para 2018. 

O clube já negocia possíveis reforços, além de, pouco a pouco, definir a situação de atletas que têm contrato até dezembro. Oficialmente, a diretoria anunciou recentemente a renovação de contrato do atacante Morato. O goleiro Jean, do Bahia, é um nos nomes cotados para chegar ao Morumbi em 2018.

Com o orçamento ainda em discussão, e com previsão de austeridade para o ano que vem, o São Paulo se esforça para tentar manter peças-chave do atual elenco. O volante Jucilei é visto como uma das prioridades. O time negocia com o Shandong Luneng, clube chinês do qual o São Paulo emprestou o jogador até dezembro deste ano. 

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.