Santos FC / Ivan Storti
Santos FC / Ivan Storti

Primeiro fora da zona de rebaixamento, Santos busca reabilitação contra o Red Bull Bragantino

Após perder o clássico para o Palmeiras, equipe do técnico Fábio Carille tem mais um jogo na Vila Belmiro para se afastar da degola

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de novembro de 2021 | 05h00

Tentando dar a volta por cima e se manter na Série A do Brasileirão sem maiores sustos, o Santos recebe na Vila Belmiro o Red Bull Bragantino, mais um adversário da parte de cima da classificação, nesta quarta-feira. Após respirar com duas vitórias seguidas, a derrota no clássico contra o Palmeiras deixou o time a uma posição da zona de rebaixamento. O jogo, válido pela 31ª rodada, acontece às 19 horas e só um triunfo interessa.

O revés em casa por 2 a 0 estacionou o Santos nos 35 pontos, na 16ª colocação. São apenas cinco de vantagem para os dois primeiros times na zona de rebaixamento, Sport e Juventude, sendo que o primeiro tem um jogo a mais, enquanto os gaúchos possuem uma partida a menos que o time santista. 

Se vencer nesta quarta-feira, o Santos confirmará a Chapecoense como primeira equipe rebaixada no Brasileirão. Lanterna da competição com 15 pontos, a equipe catarinense não teria mais chances de deixar a zona de rebaixamento caso os paulistas ultrapassem os 36 pontos. Os catarinenses ainda poderiam alcançar o Bahia, 15º colocado, em pontos, mas mesmo assim ficaria atrás em número de vitórias. 

A situação do Red Bull Bragantino é na zona oposta da tabela. O time de Bragança Paulista começa a rodada na quarta colocação, com 49 pontos conquistados até o momento. O objetivo do time é garantir classificação direta para a fase de grupos da próxima Libertadores, o que também pode acontecer em caso de título na Copa Sul-Americana, da qual é finalista. No Brasileirão, no entanto, o momento do Red Bull Bragantino não é dos melhores, o time tenta reagir após perder duas partidas consecutivas, para Cuiabá e Athletico-PR.

O técnico Fábio Carille terá dois novos desfalques para o jogo desta quarta. O lateral-direito Madson recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Palmeiras e cumprirá suspensão automática. Em entrevista após o jogo, Carille não garantiu que Pará será o substituto na posição. Marcos Guilherme, que já atuou improvisado no setor, também é uma das opções. Outro que deixa o time como desfalque é o zagueiro Emiliano Velázquez, que sentiu dores musculares na coxa esquerda durante o jogo e precisou ser substituído.

Diego Tardelli pode voltar a ser titular. O atacante se recuperou de uma virose e treinou com o restante do elenco. Vinicius Zanocello, que deixou o campo mancando no último jogo, também foi liberado pelo Departamento Médico. Camacho está perto de voltar ao time, mas a tendência é que não seja utilizado já nesta rodada. Léo Baptistão também iniciou transição, mas segue como baixa no time.

"Muitas coisas melhoraram, dentro do que eu entendo de futebol, e muitas coisas têm que melhorar muito, mas a gente não tem muito tempo, é mais na conversa, no vídeo, e jogar. Para quarta-feira, não tem muito trabalho de campo. É recuperação e já estar em campo para jogar", disse o técnico Fabio Carille, após o último clássico.

VOLTA POR CIMA

O Red Bull Bragantino não pode pensar em tropeçar se quiser continuar no G-4. Faltando 11 dias para a final da Copa Sul-Americana, contra o Athletico-PR, em Montevidéu, no Uruguai, o time passa por um momento de instabilidade no Brasileirão e precisa voltar a pontuar para se aproximar da vaga à Copa Libertadores de 2022.

Nas últimas duas rodadas, o time comandado por Maurício Barbieri perdeu para Cuiabá (1 x 0) e Athletico-PR (2 x 0). Mesmo assim, continuou na quarta colocação, com 49 pontos, mas viu o Corinthians, além do Fortaleza, encostar.

Para esse jogo, Maurício Barbieri segue sem poder contar com o zagueiro Léo Ortiz, o lateral-esquerdo Luan Cândido e os meias Lucas Evangelista e Praxedes por questão física. Já o atacante Jan Hurtado foi convocado para defender a seleção da Venezuela nas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Tudo indica que o treinador vai manter a escalação que iniciou contra o Athletico-PR. Apesar da derrota por 2 a 0, Barbieri disse na coletiva após o jogo que gostou da apresentação do time.

FICHA TÉCNICA

SANTOS X RED BULL BRAGANTINO

SANTOS - João Paulo; Danilo Boza, Robson Reis e Wagner Leonardo (Kaiky); Pará, Vinícius Zanocello, Felipe Jonatan e Marcos Guilherme; Marinho, Diego Tardelli e Lucas Braga. Técnico: Fabio Carille.

RED BULL BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Natan e Edimar; Jadsom Silva, Eric Ramires e Cuello; Helinho, Artur e Ytalo. Técnico: Maurício Barbieri.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

HORÁRIO - 19 horas.

LOCAL - Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.