Primeiro futebol, depois troca de camisas, diz técnico do Zurich

Os jogadores do Zurich FC não podem entrar em campo pensando em trocar camisas com os jogadores do Real Madrid, na terça-feira, pela Liga dos Campeões, disse o técnico da equipe, Bernard Challandes.

BRIAN HOMEWOOD, REUTERS

14 de setembro de 2009 | 16h56

"Todo jogador do Zurich sonha em trocar camisas com o Raúl, (Cristiano) Ronaldo ou o Kaká", disse Challandes a repórteres nesta segunda-feira.

"Eu posso entender a ansiedade deles, mas não podemos esquecer o jogo".

"É bom que os times pequenos tenham a chance de jogar contra os grandes, mas primeiro temos que somar pontos e daí, se um jogador quiser trocar camisas, tudo bem".

Os campeões suíços, duas vezes semifinalistas quando o torneio era uma Copa Europeia, terão a estreia dos sonhos pelo grupo C da Liga dos Campeões.

Mas Challandes, cujo time é tido como azarão no grupo, sente que terá poucas chances. "Será uma noite bem longa".

Tudo o que sabemos sobre:
CCAMPZURICHREAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.