Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Laurence Griffiths / AP
Laurence Griffiths / AP

Primeiro goleiro a fazer gol pelo Liverpool, Alisson dedica vitória ao pai

Além da marca histórica, tento do arqueiro ainda mantém o time com chances de se classificar para a Liga dos Campeões

Redação, Estadão Conteúdo

16 de maio de 2021 | 17h36

Autor do gol que decretou a virada por 2 a 1 sobre o West Bromwich neste domingo, Alisson entrou para a história como o primeiro goleiro a balançar as redes com a camisa do Liverpool. O gol marcado aos 49 minutos do segundo tempo emocionou o brasileiro, não apenas por manter o time vivo na briga por uma vaga na Liga dos Campeões, mas por tudo que o jogador viveu neste ano, da morte do pai ao nascimento do filho.

O pai de Alisson, José Agostinho Becker, foi encontrado morto no final de fevereiro, após desaparecer em uma barragem em Lavras do Sul, cidade a 320 km de Porto Alegre. Mais de dois meses depois, o goleiro celebrou o nascimento do filho Rafael, na última segunda-feira. Diante deste cenário, o feito histórico dentro de campo evocou todas essas emoções vividas em um curto período.

"Estou muito emocional por tudo que aconteceu comigo e com minha família nos últimos meses. O futebol é minha vida, eu jogo desde que me entendo por gente, com meu pai. Eu queria que ele estivesse aqui para ver, mas tenho certeza que ele está vendo, com Deus do lado dele, e celebrando. Foi uma luta para minha família", disse o goleiro após o jogo.

Além da luta fora de campo, ao lado da família, Alisson destacou a briga na disputa do Campeonato Inglês. Enquanto empatava o jogo por 1 a 1, o Liverpool estava em quinto lugar, com 61 pontos, a três do Chelsea, quarto colocado, último dentro da zona de classificação para a Liga dos Campeões. Com o gol no último minuto, a equipe de Jürgen Klopp chegou aos 63 e diminuiu a distância para apenas um ponto.

"Às vezes você luta e luta, mas as coisas não acontecem. Marcar esse gol nesse dia... estou muito feliz, porque lutamos muito juntos. Nós vencemos uma vez a Liga dos Campeões, e tudo começa com a classificação. Eu não poderia estar mais feliz do que estou agora", afirmou.

Agora, o Liverpool tem só mais dois jogos para tentar entrar no G-4, composto por Manchester City, com 83 pontos, United, com 70, Leicester, com 66, e Chelsea, com 64. Os adversários nas duas últimas rodadas são Burnley, na quarta-feira, e Crystal Palace, no dia 23 de maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.