José Patrício
José Patrício

Principal objetivo do atual campeão é permanecer na elite

Jogadores do Ituano acham difícil buscar um novo título e miram a continuidade na Série A e, se possível, uma vaga na Série D

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

30 de janeiro de 2015 | 07h00

Os principais objetivos do Ituano, atual campeão paulista, passam longe da luta pelo bicampeonato. A primeira meta é se manter na elite paulista, ou seja, o time vai brigar para não cair. Depois, o objetivo é conquistar uma vaga na Série D, ou seja, ficar entre os dois primeiros depois dos clubes com vagas nas Séries A, B e C. 

“O que aconteceu aqui no ano passado dificilmente será repetido por qualquer equipe do interior. A realidade é essa. A realidade do Ituano não é a de brigar pelo título paulista”, afirma o técnico Tarcísio Pugliese, que substituiu Doriva, comandante do título no ano passado.“O projeto que nos foi colocado é a permanência e a vaga na Série D. O que vier a partir daí é consequência”, diz o zagueiro Leonardo. 

O elenco tem 12 jogadores da campanha vitoriosa do ano passado. Deles, quatro titulares (o capitão Josa, o lateral Dick, o meia Jackson Caucaia e o goleiro Diego). Além disso, foram contratados 11 reforços. A equipe manteve a marcação forte, o futebol coletivo e a ausência de grandes craques. O time se destaca pela força do conjunto. 


Embora os objetivos dentro de campo sejam modestos, o clube cresceu com o título. O presidente Ricardo Giordani afirma que o Ituano conseguiu um aumento no valor dos patrocínios e também houve um acréscimo na venda dos produtos licenciados. Além disso, o prêmio pelo título (R$ 2,5 milhões) custeou quase seis meses de salários – a folha gira em torno de R$ 400 mil. Há cinco anos, o clube mantém o patrocinador, mesmo período em que mantém os salários em dia. “Tivemos grande visibilidade, pois o título foi uma das maiores conquistas da cidade”, avalia. 

O atual campeão fará a estreia contra o Santos, domingo, reeditando a final do ano passado. “Os times grandes têm outra realidade, mas vamos lutar”, diz o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.