Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Principal pedido de Cuca, Tchê Tchê vai custar R$ 22 milhões ao São Paulo

Jogador realiza exames médicos nesta terça-feira, quando o clube do Morumbi vai confirmar oficialmente a contratação

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

01 de abril de 2019 | 11h18

Contratado por 5 milhões de euros (R$ 22 milhões), o meia Tchê Tchê chega ao São Paulo como principal contratação pedida pelo técnico Cuca. O jogador deve realizar exames médicos nesta terça-feira, quando o clube do Morumbi vai confirmar oficialmente a contratação. Resta apenas a assinatura de contrato.

A negociação com o Dínamo de Kiev foi lenta. O São Paulo ofereceu inicialmente 4,5 milhões de euros (R$ 19,57 milhões) mas os ucranianos queriam 5,5 milhões (R$ 23,92 milhões). O negócio foi concluído quando o clube brasileiro chegou aos 5 milhões de euros.

Na visão de Cuca, Tchê Tchê é peça-fundamental por sua versatilidade. O ex-palmeirense realiza as funções de volante e meia com eficiência e se enquadra no modelo tático que o novo treinador quer implantar, com jogadores mais dinâmicos e participativos.

Em maio de 2018, Tchê Tchê foi vendido pelo Palmeiras ao Dínamo de Kiev por 4,8 milhões de euros (R$ 20,87 milhões). Depois de ter sido campeão brasileiro com o próprio Cuca em 2016, ele perdeu espaço com a chegada substituto Roger Machado. Sua fase não é boa. Em 16 jogos, ele alterna boas e más partidas, não se firmou como titular e não fez gols.

Tchê Tchê deve ser o nono reforço do São Paulo na temporada. Antes, o clube contratou Igor Vinícius, Léo, Pablo, Tiago Volpi, Hernanes, Willian Farias, Biro Biro e Alexandre Pato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.