Divulgação Coritiba
Divulgação Coritiba

Priorizando o Brasileiro, Coritiba vai disputar a Sul-Americana com reservas

Além dos atletas, o próprio Péricles Chamusca fica no Brasil visando o jogo contra o Grêmio

O Estado de S. Paulo

21 de outubro de 2013 | 11h02

SÃO PAULO - O Coritiba redefiniu como objetivo se distanciar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Por conta disso, o técnico Péricles Chamusca disse, em coletiva após a vitória por 2 a 1 contra o Cruzeiro, que vai poupar seus titulares do jogo contra o Itagüí Ditaires, da Colômbia, pela Copa Sul-Americana. Precisando reverter o 1 a 0 que sofreu em casa, a equipe brasileira vai à Medellin com o time reserva e sob o comando do auxiliar técnico João Marcelo, pelas oitavas de final, na próxima quinta-feira.

O objetivo do comandante do Coritiba é utilizar a semana para treinar seus jogadores titulares para o jogo do próximo domingo, contra o Grêmio, no estádio Couto Pereira. "Foi uma coisa discutida com a diretoria. Nesse momento é importante fazer um revezamento de jogadores, pois humanamente é impossível jogar no domingo, viajar na segunda, jogar na quinta, voltar e jogar de novo no final de semana", argumentou Chamusca.

Mesmo levando uma equipe reserva, o técnico acredita na classificação do seu time. “Não vamos abrir mão de tentar reverter, mas vamos preservar a maioria dos atletas que jogaram hoje”, afirmou. A derrota para a equipe colombiana no Couto Pereira custou o emprego do técnico Marquinhos Santos, que foi demitido do Coritiba ainda nos vestiários. Dentre os principais jogadores, João Marcelo deve ter Lincoln a disposição, já que o meia está suspenso da próxima rodada do Brasileirao, devido ao terceiro cartao amarelo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.