Prisões da Fifa não são relacionadas à candidatura da Rússia para Copa, diz parlamentar russo

As prisões de dirigentes da Fifa não são relacionados à candidatura da Rússia para sediar a Copa do Mundo de 2018, disse o chefe do Comitê de Esportes da Câmara dos Deputados da Rússia a jornalistas nesta quarta-feira.

REUTERS

27 de maio de 2015 | 10h50

"Posso dizer com total certeza que todas as questões sobre as autoridades (da Fifa) não são relacionadas à candidatura da campanha da Federação Russa para a Copa do Mundo de 2018", disse o chefe do comitê, Igor Ananskikh.

(Reportagem de Ekaterina Buchneva)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTFIFARUSSIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.