Problema de Ronaldo com travestis repercute no exterior

Jornais espanhóis e italianos são os que mais dão destaque em seus sites; Milan não se pronuncia sobre o caso

Redação

29 de abril de 2008 | 12h30

A imprensa mundial deu bastante destaque nesta terça-feira ao problema do atacante Ronaldo, acusado de não pagar um programa com três travestis num motel da Barra da Tijuca, no Rio, com envolvimento em drogas, na madrugada de domingo.Veja também: Assista ao vídeo de Ronaldo feito pelo travesti na delegacia Ronaldo envolvido em incidente com travestis no RioO diário italiano Gazzetta dello Sport deu destaque em suas páginas internas ao caso com o título "Ronaldo ricattato da trans. La polizia brasiliana indaga" (Ronaldo chantageado por um transexual. A polícia questiona, em português). No também italiano Corriere dello Sport (de visão mais sensacionalista) o título é "Scandalo Ronaldo: ricattato da viados" (Escândalo com Ronaldo: chantageado por homossexuais).Na Espanha, onde o atacante jogou até a transferência para o Milan, o diário Marca publica em seu site que "Um travesti intenta extorsionar a Ronaldo" (Um travesti tenta extorquir Ronaldo), considerando o caso um grande escândalo. No diário As, mais sensacionalista, o tom é mais direto com o brasileiro: "Frustrada noche de sexo de Ronaldo con tres travestis" (Frustrada noite de sexo de Ronaldo com três travestis).A imprensa inglesa até o momento é mais cautelosa no assunto. Apenas o site do jornal Daily Mail registra o assunto em um vídeo, com o título: "Brazilian striker Ronaldo quizzed by Rio police after motel 'row with transvestite prostitutes" (Atacante brasileiro é questionado pela polícia do Rio após encontro com travestis em motel).Já em Portugal, o site maisfutebol.pt brinca com o assunto: Ronaldo: saiu-lhe um travesti e acabou a noite na esquadra (Ronaldo: saiu com um travesti e acabou a noite na delegacia). Nos Estados Unidos, a imprensa registra o problema de forma discreta. O site espn.com dá como título "Ronaldo é cobrado por travestis". O Milan, clube com quem Ronaldo tem contrato e o liberou para voltar ao Brasil para se recuperar de uma cirurgia, não se pronunciou sobre o caso até o momento. O jogador deve ser chamado para depor na delegacia no Rio na semana que vem. 

Tudo o que sabemos sobre:
RonaldoAC MilanCampeonato Italiano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.