Marcio Fernandes/ Estadão Conteúdo
Marcio Fernandes/ Estadão Conteúdo

Problema muscular tira Jadson do Corinthians diante do Santos

Edema é constatado e meia é vetado para evitar piora do quadro

RAPHAEL RAMOS, Estadão Conteúdo

25 de agosto de 2015 | 19h08

Jadson está fora do jogo contra o Santos, nesta quarta-feira, pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil, em Itaquera. O meia do Corinthians foi diagnosticado com um edema muscular na coxa direita e acabou vetado pelo departamento médico nesta terça.

Tite não anunciou o substituto do jogador. O treinador fechou o treino desta terça-feira à imprensa e não revelou qual será a escalação. É possível que alguns jogadores sejam poupados, para evitar que o desgaste físico se transforme em lesão, e que o treinador também faça mudanças táticas para deixar o time mais ofensivo. Foram relacionados 23 jogadores para a partida.

Após vitória por 2 a 0 na Vila Belmiro na partida de ida, o Santos tem a vantagem de perder por até um gol de diferença que estará classificado. Se marcar um, pode sofrer até três. Caso o Corinthians devolva o placar de 2 a 0, a decisão vai para os pênaltis. "A ideia é pressão onde a bola estiver, e nas três zonas do campo: zona alta, média e baixa. É nosso objetivo", avisou Tite.

Apesar de reconhecer que o Santos tem uma vantagem confortável, Tite confia na virada. "O 2 a 0 é perfeitamente possível de reverter, pelo desempenho da equipe e qualidade que ela tem. É difícil, mas o time tem maturidade e experiência para construir o resultado jogando bem, sem atropelar suas características", afirmou o treinador.

Jadson deve voltar à equipe no domingo, quando o Corinthians enfrenta a Chapecoense, em Chapecó, pelo Campeonato Brasileiro. "Ele vinha de 12 jogos seguidos, isso aumenta a chance de ter lesões. Nosso trabalho é esse: tirar o jogador antes de ter lesão. Como o exame do Jadson constatou edema, a gente o tira antes de se tornar uma lesão mais grave", explicou o médico Ivan Grava.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.