Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Procon convoca Palmeiras e quer tirar rede do setor de visitantes do Allianz Parque

Após reclamação da torcida do Bahia, órgão e clube marcam reunião para melhorar visibilidade de quem vai ao estádio

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

14 de agosto de 2019 | 13h36

O órgão de defesa de consumidor Procon-SP afirmou nesta quarta-feira que vai se reunir com a diretoria do Palmeiras na sexta-feira pela manhã para discutir melhorias na visibilidade do setor de visitantes do Allianz Parque. A atitude é uma resposta às reclamações de torcedores do Bahia, que no último domingo foram ao estádio e se queixaram que a colocação de uma rede atrapalhou acompanhar a partida entre as duas equipes pelo Campeonato Brasileiro.

Em nota, o Procon-SP afirmou que vai enviar o diretor executivo, Fernando Capez, ao estádio com o intuito de verificar o quanto a rede de proteção atrapalha os torcedores posicionados no setor Gol Sul e prejudica quem pagou pelo ingresso. "O Procon-SP irá ao local e solicitou o comparecimento de representante da Polícia Militar e do clube, para que juntos busquem uma solução, que deve ser a retirada da rede. Uma vez que não há como manter uma tela atrapalhando a visão do torcedor. Implicando em uma abusividade na relação de consumo, com prejuízo inaceitável para o consumidor", disse o órgão em nota.

O Palmeiras garante estar interessado em resolver o problema e explica que a colocação da rede não é por escolha do clube, mas se trata do atendimento a uma determinação da Polícia Militar (PM) presente no laudo de segurança do estádio. A proteção tem como objetivo evitar o arremesso de objetos em direção ao gramado e é colocada por funcionários do Palmeiras antes de cada uma das partidas.

O Procon-SP marcou a reunião após entrar em contato com o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte. A equipe alviverde só voltará a atuar dentro da arena em setembro, ao receber o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro. O time ficará distante do estádio nas próximas semanas em compromissos fora de casa e também no Pacaembu, já que o Allianz Parque receberá o show da dupla Sandy e Junior.

Em 2017, o Palmeiras enfrentou situação parecida após uma partida com o Atlético-MG. Na ocasião, a torcida visitante reclamou que a proteção utilizada no setor era uma parede de material acrílico. Como a incidência de luz solar dificultou a visão de alguns dos presentes à partida, torcedores exigiram a devolução do valor pago pelo ingresso e foram atendidos pelo clube.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasAllianz Parque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.