Procon recebe 1ª reclamação de torcedor

A Fundação Procon-SP, órgão da Secretaria estadual da Justiça e da Defesa da Cidadania, recebeu na sexta-feira (30) a primeira reclamação de torcedor que adquiriu ingresso para partida de futebol do Campeonato Brasileiro apitada pelo árbitro Edilson Pereira de Carvalho - que confessou participar de um esquema de manipulação de resultados. O torcedor - um corintiano, cujo nome não foi revelado pelo órgão - quer receber de volta os R$ 25,00 que pagou para ver a partida entre Corinthians x São Paulo, realizada no dia 7 de setembro, no Morumbi. O Procon entende que nesses casos de partidas com arbitragem comprometida, os consumidores terão direito à restituição da quantia paga ou, assitir ao jogo sem pagar, na hipótese de a partida ser dispudada novamente.Segundo a assessoria do Procon, CBF e empresas (TV por assinatura) que comercializaram as partidas são responsáveis pelo ressarcimento ao consumidor. O órgão também está estudando medidas de caráter coletivo.

Agencia Estado,

01 de outubro de 2005 | 12h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.