Procura por ingressos para jogo do Brasil continua fraca

De 47 mil lugares disponíveis, cerca de 31 mil foram ocupados; CBF já teme novo fiasco de público

Marcel Rizzo - Jornal da Tarde,

15 de outubro de 2008 | 00h17

A procura por ingressos para o jogo da seleção brasileira contra a Colômbia, nesta quarta-feira, segue fraca. Nesta terça, o local com maior procura foi o Maracanã, palco da partida. Mas a fila dificilmente passava de 50 pessoas, algo inimaginável para compromissos do Brasil no passado.Veja também:Kaká é o mais jovem com os pés na calçada da famaRobinho é homenageado por drible contra Equador no MaracanãJoão Havelange elogia atuação da seleção contra Venezuela Eliminatórias Sul-Americanas - Classificação Eliminatórias Sul-Americanas - Calendário/Resultados Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoEm outros postos, como no Engenhão, não havia fila. A CBF teme novo fiasco de público - contra a Bolívia, em setembro, no mesmo Engenhão, não foram vendidos todos os ingressos, algo raro em jogos da seleção brasileira. De 47 mil lugares disponíveis, cerca de 31 mil foram ocupados.Para o Maracanã, a carga total é de 87 mil ingressos, contando convidados e imprensa. Não foi divulgado quantos bilhetes seriam vendidos, talvez justamente para evitar críticas caso a venda não seja satisfatória.Parciais de venda também estão sendo evitadas. Na segunda, a Suderj, órgão do Estado do Rio de Janeiro que administra o Maracanã, divulgou que até a noite de domingo havia sido vendidos 26 mil. Nesta terça, não houve uma atualização.A CBF, tentando lotar o estádio, diminuiu o preço dos ingressos para essa partida. Se no Engenhão o valor mais barato era R$ 60, no Maracanã sai pela metade do preço, R$ 30.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.