Procurador ofereceu Kaká já em 2001

A possibilidade de uma negociação de Kaká para o Milan foi cogitada pela primeira vez em maio de 2001, quando Wagner Ribeiro, procurador do atleta, reuniu-se na sede do clube, na Via Turatti, em Milão, com Ariedo Braida, diretor-geral do Milan e homem forte de Sílvio Berlusconi, dono do clube e Primeiro-Ministro da Itália.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.