Produtora acusa goleiros de agressão

O goleiro do Vasco Fábio e o goleiro reserva Rafael Borges estão sendo acusados de agredir a produtora de eventos Angélica da Silva Mota, de 29 anos. Ela contou que foi levada de carro pelos dois até uma praça no Recreio dos Bandeirantes, retirada do veículo, espancada e deixada no local. Angélica registrou queixa na polícia. Segundo Angélica, que tem hematomas nos braços e arranhões nas costas, ela e Fábio se conheceram na casa do meia Beto e namoravam havia cerca de um mês ? o goleiro está de casamento marcado para sexta-feira com a paranaense Sandra Mara da Silva. Na noite de quinta-feira, Fábio e Angélica estavam na casa do jogador, quando Rafael Borges convidou o companheiro para uma festa. ?Começamos a discutir. O Fabio disse, então, que só iríamos levar o Borges à festa e voltaríamos para casa. No meio do caminho, eles me tiraram do carro e começaram a me bater?, contou. ?Ela está maluca, São coisas que acontecem no futebol?, disse Fábio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.