Projeto do Morumbi para Copa deixa Fifa preocupada

Inspetores da entidade se mostram insatisfeitos com pontos cegos em alguns setores do estádio do São Paulo

Agencia Estado

30 de janeiro de 2009 | 20h04

A comissão de inspeção da Fifa iniciou nesta sexta-feira a última etapa de análises para definir quais cidades brasileiras receberão os jogos da Copa do Mundo de 2014. A entidade anunciará no dia 20 de março, em Zurique, na Suíça, as 12 sedes escolhidas, sendo que uma delas será na Amazônia (Manaus, Belém ou Rio Branco) e outra na região do Pantanal (Campo Grande ou Cuiabá).Veja também:Fifa deve rejeitar propostas conjuntas por Copa, diz BlatterJapão anuncia candidatura a sede das Copas de 2018 e 2022México tenta organizar sua terceira Copa Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão São Paulo, que pretende ser a sede da partida de abertura do Mundial de 2014 e também do Congresso Técnico do torneio, foi a primeira das 17 cidades a ser visitada pelos três inspetores da Fifa - Thierry Weil, Dick Wiles e Fúlvio Danilas. Nesta sexta-feira, eles passaram pelo Morumbi e pelo Museu do Futebol, além de sobrevoar a capital paulista de helicóptero.Durante a apresentação do projeto de reforma do Morumbi, os inspetores da Fifa mostraram preocupação com existência de pontos sem visibilidade total no estádio - não foram revelados os locais e a quantidade deles. Depois, já no final da visita, eles se reuniram com representantes da Infraero para conhecer detalhes dos aeroportos que vão receber os turistas em São Paulo durante a Copa.Em visita ao Brasil no fim do ano passado, o secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, tinha afirmado que o projeto de candidatura de São Paulo era o mais completo dentre as 18 cidades que pretendiam receber jogos da Copa - Maceió, que não entregou todos os documentos necessários, ficou fora da disputa. Nesta sexta-feira, porém, os inspetores da entidade não deram entrevistas.Neste sábado, a comitiva da Fifa passa por duas novas cidades: Porto Alegre e Florianópolis serão as capitais visitadas. A partir das 10 horas, conhecerá o projeto de reforma do Estádio Beira-Rio, do Internacional, na capital gaúcha. À tarde, o grupo seguirá para a capital catarinense, cuja candidatura prevê a construção de uma arena no terreno onde está hoje o Estádio Orlando Scarpelli, do Figueirense.Depois, pela ordem, os inspetores da Fifa irão visitar Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Goiânia, Campo Grande, Cuiabá, Rio Branco, Manaus, Belém, Salvador, Recife, Natal e Fortaleza, num trabalho previsto para acabar no dia 7 de fevereiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.