Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Promessa de novo recorde de público no Morumbi anima o São Paulo para clássico

Time já vendeu mais de 42 mil ingressos para o jogo contra o Corinthians, marcado para o próximo domingo

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2017 | 16h19

O São Paulo já vendeu mais de 42 mil ingressos para o clásico com o Corinthians, marcado para o próximo domingo, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, e a expectativa é de novo recorde de público no Morumbi nesta edição do torneio. O triunfo sobre o Vitória por 2 a 1, no último domingo, que fez o time subir duas posições na tabela do Brasileirão, deixou a torcida ainda mais animada para o próximo compromisso do São Paulo em casa.

A torcida tricolor já quebrou três recordes seguidos neste ano. Depois de levar mais de 51,5 mil pessoas para o jogo contra o Grêmio (1 a 1), no dia 24 de julho, o São Paulo conseguiu mobilizar 53,6 mil torcedores para o jogo contra o Coritiba (derrota por 2 a 1, em 3 de agosto) e mais de 56 mil para o duelo contra o Cruzeiro (vitória sobre 3 a 2, em 13 de agosto).

Na 17ª posição da tabela, com 27 pontos, o São Paulo terá mais oito jogos como mandante. Depois do clássico, encara o Sport (01/10) no Morumbi e depois faz uma sequência de cinco jogos com mando no Pacaembu: contra o Atlético-PR (14/10), Flamengo (22/10), Santos (29/10), Chapecoense (08/11) e Botafogo (19/11), e retorna ao Morumbi, no encerramento do Brasielirão, contra o Bahia (03/12).

Entre jogadores e comissão técnica, a avaliação é de que o São Paulo não pode pensar em perder pontos como mandante. Nas contas para escapar do rebaixamento, o cenário ideal, de oito vitórias nos oito jogos, livraria o time da Série B do ano que vem.

Para o técnico Dorival Junior, o apoio da torcida vem sendo fundamental. "A torcida vem sendo exemplar, ao contrário de muitas que eu vi. O torcida está atuando junto com o São Paulo e incentivando até o último momento".

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo Futebol Clubefutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.