Promessa do Milan treina e pode estrear no Campeonato Italiano aos 15 anos

Hachim Mastour, de origem marroquina, foi recebido pelo elenco e chegou a marcar gol no treino

O Estado de S. Paulo

15 de maio de 2014 | 14h55

SÃO PAULO - Hachim Mastour, promessa do Milan, treinou entre os profissionais pela primeira vez e tem a chance de estrear no Campeonato Italiano no próximo domingo, contra o Sassuolo, na última rodada da competição. O jogador de 15 anos e 11 meses, de origem marroquina, pode se tornar o atleta mais jovem a jogar na Série A.

Segundo o jornal Gazetta dello Sport, o meia-atacante recebeu as saudações de todo elenco do Milan ao entrar no vestiário acompanhado pelo técnico Clarence Seedorf e o vice-presidente do clube, Adriano Galliani. Nos treinos desta quarta-feira, o jogador chegou a marcar um gol. Depois, a promessa postou fotos com kaká e Boateng em uma rede social.

Mastour nasceu no norte da Itália, na cidade de Reggio Emilia. Filho de um casal de imigrantes marroquinos, ele tem passaporte italiano e defende a seleção de base do país. O atleta surgiu na Reggiana e foi contratado pelo Milan em 2012 por R$ 1,5 milhão. Outros clubes, como Inter, Barcelona, Real Madrid, Juventus e Manchester City, também se interessaram pelo jogador.

De acordo com Galliani, Mastour vai integrar o elenco profissional durante a próxima temporada. A estreia, no entanto, pode ser antecipada e ocorrer na última rodada da atual edição. Na oitava colocação, o Milan não tem mais chances de chegar à zona de classificação para a Liga Europa. A partida contra o Sassuolo será disputada no Estádio San Siro.

NEYMAR

O talento de Mastour é comparado ao de Neymar. O próprio jogador já admitiu que se inspira no craque do Barcelona. No começo deste ano, os jogadores se encontraram para uma campanha publicitária e chegaram a bater bola, numa competição de freestyle. Os dois também jogaram uma partida de video game. No confronto entre Barcelona e Real Madrid, o italiano levou a melhor ao vencer por 1 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.