Divulgação
Divulgação

Game PES faz proposta 15 vezes maior que a do Fifa a Corinthians e Fla

Times de maior torcida do Brasil dificilmente estarão no Fifa 16

Igor Ferraz, O Estado de S. Paulo

28 de julho de 2015 | 14h37

Corinthians e Flamengo realmente não devem figurar no game Fifa 16. Os dois clubes de maior torcida do Brasil não se mostraram animados com a quantia oferecida pela EA Sports, produtora da franquia, pelos direitos e já negociam um acordo de exclusividade com a empresa concorrente, a Konami, que produz o Pro Evolution Soccer. Segundo informações obtidas pelo Estado, a quantia oferecida pela produtora japonesa é cerca de 15 vezes superior à proposta da EA Sports.

Recentemente, de acordo com informações da ESPN, a empresa do Canadá acertou o retorno dos clubes brasileiros, que ficaram ausentes na última edição, o Fifa 15, por conta de um imbróglio jurídico. Porém, Corinthians e Flamengo estariam descontentes com o baixo valor oferecido pelos direitos e questionaram a arrecadação do Fifa 16 no mercado brasileiro. Estima-se que o Corinthians receberia R$ 30 mil da EA e, o Flamengo, R$ 20 mil (a diferença por causa dos direitos da arena corintiana). Os demais clubes teriam aceito receber R$ 15 mil pelo acordo.

O marketing do Corinthians evitou confirmar o valor, mas certificou de que a proposta é baixa e está realmente na casa dos R$ 30 mil, número quase irrelevante para os padrões dos principais clubes brasileiros. De acordo com as informações obtidas pelo Estado, o valor oferecido pela 'rival' Konami seria 15 vezes maior, ou seja, estaria próximo de R$ 450 mil.

A enorme diferença se dá pela cláusula de exclusividade. Caso os dois times realmente assinem este contrato com a Konami, terão suas marcas exploradas de forma exclusiva pela empresa japonesa. Desta forma, seria impossível que as equipes estejam presentes nos dois games, como foi estudado. A EA Sports ainda não anunciou oficialmente o retorno do Campeonato Brasileiro e, após o desacordo com os clubes de maior torcida do Brasil, a atração é colocada em xeque.

O produtor brasileiro Gilliard Lopes, que trabalha na sede da EA Sports em Toronto, reafirmou a posição da empresa, que só se pronunciará oficialmente quando houver uma definição. Ele também garantiu que as negociações continuam com todos os clubes, inclusive Corinthians e Flamengo. "Eu não acreditaria em nada que é publicado exceto se for informação oficial da EA", afirmou ao Estado.

Fifa 16 será lançado para Playstation 3, Playstation 4, Xbox 360, Xbox One, PC e Mobile. A chegada do jogo ao mercado brasileiro está prevista para o dia 25 de setembro. Na edição brasileira, a capa estrelará o meia Oscar, do Chelsea, ao lado do garoto-propaganda da franquia, o argentino Lionel Messi. O PES 2016, por sua vez, será lançado dez dias antes, em 15 de setembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.