Prostituição: iraniano é condenado

O jogador iraniano Mojahed Khaziravi foi condenado a três anos de suspensão e estará proibido de vestir a camisa da seleção de seu país por um período de cinco anos por ter mantido relações sexuais com prostitutas. O jogador, que conseguiu se livrar da pena de prisão, escapou também das 99 chibatadas a que foi condenado em primeira instânciaKhaziravi foi detido em julho passado quando se encontrava numa zona de prostituição em companhia de outras sete pessoas. Algumas delas foram condenadas a receber açoites de chibatas e outras acabaram na prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.