Wael Hamzeh/EFE
Wael Hamzeh/EFE

Protestos fazem Líbano jogar pela 2ª vez sem torcida nas Eliminatórias da Copa

Seleção libanesa empata com a Coreia do Norte sem gols nesta terça-feira, em Beirute

Redação, Estadão Conteúdo

19 de novembro de 2019 | 17h48

Pela segunda vez seguida, cinco dias depois do empate sem gols contra a Coreia do Sul, protestos nas ruas da capital Beirute por causa da crise econômica no país fizeram com que a seleção do Líbano tivesse que jogar pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, nesta terça-feira, sem qualquer torcedor no estádio. Desta vez contra a Coreia do Norte, o resultado pela quinta rodada do Grupo H da segunda fase foi o mesmo da semana passada.

Com a igualdade, libaneses e norte-coreanos chegaram a oito pontos cada e desperdiçaram a chance de assumir a liderança da chave, que estava com a Coreia do Sul antes desta rodada com a mesma pontuação. De folga, os sul-coreanos jogaram um amistoso contra o Brasil, em Abu Dabi, onde foram derrotados por 3 a 0. E viram o Turcomenistão tomar a ponta, com nove pontos, após a vitória em casa sobre o lanterna Sri Lanka por 2 a 0.

O destaque da rodada desta terça-feira pelas Eliminatórias Asiáticas foi a Síria, que derrotou as Filipinas por 1 a 0, em casa, e manteve os 100% de aproveitamento após cinco jogos no Grupo A. A vice-liderança da chave está com a China, de folga, e com os filipinos, ambos com sete pontos. Maldivas, que bateu Guam por 3 a 1, está em quarto lugar com seis.

A goleada do dia foi a Jordânia sobre Taiwan por 5 a 0, em Amã, pelo Grupo B. Com o resultado positivo, os jordanianos seguem na terceira colocação com 10 pontos. Estão juntos com o vice-líder Kuwait, que derrotou o Nepal como visitante por 1 a 0. A ponta está com a Austrália, outra seleção com 100% de aproveitamento nesta segunda fase das Eliminatórias.

O Catar, sede da Copa do Mundo de 2022, participa das Eliminatórias porque ela dá vagas também para a Copa da Ásia de 2023. E tem mostrado a sua força no Grupo E, no qual lidera com 13 pontos após vencer fora de casa o Afeganistão por 1 a 0.

Após cinco das 10 rodadas da segunda fase, os outros líderes de grupo são Iraque, Usbequistão, Japão e Vietnã. Destes, apenas os japoneses não entraram em campo pelas Eliminatórias - disputaram um amistoso contra a Venezuela e foram goleados em casa por 4 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.