Washington Alves/Cruzeiro
Washington Alves/Cruzeiro

Provável titular contra o Boca, Arrascaeta se diz pronto para ajudar o Cruzeiro

Uruguaio está recuperado de uma lesão muscular na coxa

O Estado de S.Paulo

01 Outubro 2018 | 17h58

Recuperado de lesão muscular que o tirou da partida de ida das quartas de final da Libertadores, contra o Boca Juniors, o meia Arrascaeta deve ser titular do Cruzeiro no duelo de volta. As equipes decidem uma vaga na próxima fase do torneio continental nesta quinta, quando se enfrentam no Mineirão.

Arrascaeta ficou quase 20 dias afastado por causa de um problema na coxa e voltou a atuar ao entrar no segundo tempo da derrota de domingo para o Palmeiras, pelo Brasileirão. Depois da partida, o técnico Mano Menezes disse pretender escalar o uruguaio como titular contra o Boca. E o jogador se mostrou otimista sobre as chances do Cruzeiro, apesar da queda por 2 a 0 em Buenos Aires.

"Acho que quanto mais jogadores à disposição melhor para todo mundo. Será um jogo muito importante, todo mundo quer jogar. Vai ser um jogo muito físico, muito forte. Temos de estar 100%. Foi importante os minutos que joguei contra o Palmeiras. Agora, temos mais quatro dias para trabalhar. Para mim, o importante era não sentir dor e estou otimista. O Boca é um clube muito grande, muito respeitável, mas vamos buscar nossa classificação", declarou.

Para ficar com a vaga nas semifinais da Libertadores de forma direta, o Cruzeiro terá a difícil missão de bater o tradicional Boca por três gols de diferença. Por isso, Arrascaeta quer uma postura sufocante de sua equipe desde os primeiros minutos na quinta.

"Temos de sair fortes, pois estamos com placar desfavorável. Vamos ter de fazer um jogo quase perfeito para sairmos vencedores. Vou me preparar da melhor forma para ajudar a equipe. O torcedor tem de acreditar no nosso time. Conseguimos inverter alguns placares. Não podemos garantir a classificação, mas sim que vamos lutar muito", afirmou.

O Cruzeiro se reapresentou nesta segunda após a derrota de domingo, e os titulares não trabalharam no gramado. Mano deve montar o time para encarar o Boca nos próximos dias, mas a tendência é que o Cruzeiro entre em campo com: Fábio; Edílson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Robinho, Arrascaeta e Thiago Neves; Barcos.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.