Provável titular, Edson Silva prefere São Paulo no 3-5-2

Favorito para substituir o suspenso João Filipe na partida contra o Atlético Goianiense, quarta-feira, no Serra Dourada, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, o zagueiro Edson Silva defendeu nesta terça a adoção do 3-5-2 pelo São Paulo. Para ele, a equipe fica mais segura quando utiliza esse esquema tático, como aconteceu no triunfo por 2 a 0 sobre o Figueirense, no último domingo.

FERNANDO FARO, Agência Estado

24 de julho de 2012 | 12h52

"Todo mundo viu que contra Palmeiras e Vasco não fomos bem. O Ney optou pelo esquema 3-5-2 e, sem dúvida, o time atuou mais solto. Tivemos mais segurança atrás, os laterais puderam sair para o ataque e nosso ataque conseguiu marcar mais gols", afirmou.

Sob o comando de Ney Franco, o São Paulo tropeçou diante de Vasco e Palmeiras, quando atuou com apenas dois zagueiros. A primeira vitória com o treinador veio exatamente quando apostou no 3-5-2. De acordo com Edson Silva, o elenco já está absorvendo bem as orientações do treinador.

"Estamos começando a entender o que ele quer. A pegada não pode existir apenas em um jogo, tem de ser no campeonato todo. Contra o Figueirense não os deixamos pegar na bola por um minuto no começo da partida e fizemos o gol. Se jogarmos compactados, teremos a chance de ganhar", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.