Reprodução
Reprodução

Próximo rival do Brasil, Argentina é criticada após novo tropeço

Jornais ressaltam falta de poder ofensivo sem a presença de Messi

O Estado de S.Paulo

14 de outubro de 2015 | 11h52

Se o técnico Dunga respira aliviado após vitória da seleção brasileira diante na Venezuela (3 a 1) nas Eliminatórias da Copa de 2018, Tata Martino sofre com críticas na Argentina. A imprensa portenha até enalteceu uma certa 'evolução' na seleção em relação à derrota para o Equador (2 a 0) na estreia. Mas o empate sem gols contra o Paraguai na terça-feira reforçou o quanto os argentinos ainda têm de evoluir.

'A seleção segue sem aparecer', escreveu a primeira página do Clarín. Já o Olé, principal diário esportivo do país, explorou a contusão de Tevez na capa e afirmou que a seleção melhorou em "atitude", mas continua sem marcar gols nas Eliminatórias. 

Martino, ao menos, teve uma boa desculpa. O técnico não pôde contar com Lionel Messi, que, contundido, não foi convocado para as duas primeiras rodadas das Eliminatórias. Tevez voltou a ser chamado, mas não foi tão bem assim. Carlitos foi reserva no primeiro jogo e decepcionou como titular diante do Equador.

Logo após a partida contra o Paraguai, Tata Martino foi questionado sobre a volta de Messi e sobre o próximo rival nas Eliminatórias: o Brasil. Mas o treinador disse que não era o momento ideal de fazer projeções. "Minha última comunicação com Leo aconteceu há 15 dias."Dunga foi mais direto: "Jogos contra a Argentina são sempre um campeonato à parte e temos de nos preparar o melhor possível. É um jogo diferente porque se você ganha é algo normal, mas se perde tem de conviver com a pressão."

O Brasil encara a Argentina fora de casa no dia 13 de novembro. Neymar, que estava suspenso, retornará á seleção brasileira. Apesar do mistério de Martino, a presença de Messi, recuperado de contusão, é certa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.