Nicolas Tucat/AFP
Nicolas Tucat/AFP

PSG anuncia contratação do volante Lassana Diarra e assina até 2019

Jogador, de 32 anos, chegou ao time gratuitamente, pois rescindiu no fim de dezembro o seu vínculo com o Al Jazira

Estadão Conteúdo

23 Janeiro 2018 | 16h18

O Paris Saint-Germain ficou marcado em janelas de transferências recentes por realizar contratações caras, mas dessa vez aproveitou uma oportunidade no mercado para se reforçar. Nesta terça-feira, o clube francês anunciou a contratação do volante Lassana Diarra, que estava sem clube.

+ Confira a classificação do Campeonato Francês

Ao anunciar a contratação de Diarra, de 32 anos, o PSG explicou que o volante assinou um acordo válido até 30 de junho de 2019. E ele chegou ao time gratuitamente, pois rescindiu no fim de dezembro o seu vínculo com o Al Jazira, dos Emirados Árabes Unidos.

Diarra possui uma longa carreira, com passagem por alguns dos principais times do futebol europeu, como o Chelsea, entre 2005 e 2007, e o Real Madrid, de 2009 a 2012, tendo sido campeão nacional por ambos, em 2006 e em 2012. Além disso, fez parte do grupo da seleção francesa que disputou a Eurocopa de 2008.

O novo reforço do PSG, porém, está longe dos melhores momentos da sua carreira, pouco tendo atuado no último clube. De qualquer forma, a diretoria entendeu ter a necessidade de se reforçar com um volante, pois Thiago Motta está lesionado. Além disso, não pode realizar grandes investimentos para não descumprir as regras do Fair-Play Financeiro da Uefa. Assim, resolveu apostar em Diarra.

"Estou muito feliz por ter assinado com o clube da minha cidade natal. O Paris Saint-Germain representa muito para mim e, com a dimensão internacional que o clube alcançou nas últimas temporadas, é o sonho de todos os jogadores jogar aqui. Tenho a sorte de tornar este sonho realidade, de saber o que é jogar no Parque dos Príncipes de azul e vermelho. Eu pretendo fazer tudo o que puder, trazer toda a minha experiência e mostrar todo o meu desejo de jogar para provar que o clube fez a escolha certa ao demonstrar sua confiança em mim", disse o volante.

Mais conteúdo sobre:
futebol Paris Saint-Germain

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.