Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

PSG confirma que mais três jogadores estão com covid-19; total chega a seis

Mais uma vez, os nomes dos atletas com o novo coronavírus não foram revelados

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2020 | 18h51

A diretoria do Paris Saint-Germain confirmou nesta quinta-feira, um dia depois que três jogadores do elenco testaram positivo em exames feitos nesta semana para detectar casos de covid-19, mais três foram infectados. Isso após anunciar, no início da semana, que existiam duas suspeitas. Mais uma vez, os nomes dos atletas com o novo coronavírus não foram revelados.

"Os últimos testes de PCR SarsCoV2 realizados no elenco do Paris Saint-Germain confirmam o resultado de três novos casos positivos. Esses jogadores seguem o protocolo de saúde apropriado", limitou-se a comunicar a direção do clube de Paris em suas redes sociais e no site oficial.

Tal como no dia anterior, há especulações sobre quem são os jogadores infectados. Na quarta-feira, o jornal francês L’Equipe apontou que Neymar é um deles, assim como argentinos Di María e Paredes. O atacante brasileiro não confirmou oficialmente que está com a nova doença, mas indicou nas redes sociais que teria contraído o novo coronavírus. Nesta quinta, o mesmo periódico informou que os novos nomes são o zagueiro brasileiro Marquinhos, o goleiro costarriquenho Keylor Navas e o atacante argentino Mauro Icardi.

O Paris Saint-Germain é o mais recente clube da primeira divisão do Campeonato Francês a contar com casos do novo coronavírus, depois de Olympique de Marselha, Lyon, Nice, Monaco, Saint-Étienne, Nîmes e Rennes terem já confirmado a existência de resultados positivos em seus respectivos elencos.

O procedimento básico para pacientes com covid-19 é permanecer isolado por 14 dias, casos os sintomas mais graves da doença não se manifestem. Em casos mais graves, é necessária a intervenção hospitalar. O acompanhamento pelo médico do clube é feito diariamente e o jogador infectado fica em casa, em repouso.

A temporada 2020/2021 do Campeonato Francês começou no dia 21 de agosto, tendo já sido disputadas duas rodadas. O Paris Saint-Germain ainda não fez a sua estreia em virtude da participação na final da Liga dos Campeões no último dia 23, quando perdeu o título para o Bayern de Munique após derrota por 1 a 0 no estádio da Luz, em Lisboa.

O início da defesa do título do clube de Paris no campeonato nacional está marcado para o próximo dia 10, pela segunda rodada, contra o Lens, fora de casa. O elenco, que estava de folga desde a derrota para o rival alemão em Portugal, se reapresentou nesta quinta-feira para reiniciar os trabalhos físicos.

No Campeonato Francês, o protocolo criado pela Federação Francesa de Futebol (FFF) estabelece que a partir de quatro casos detectados em oito dias consecutivos (entre jogadores e comissão técnica), não são mais permitidos treinos coletivos, o que pode levar ao adiamento de partidas. Após enfrentar o Lens, o PSG recebe o Olympique de Marselha, no estádio Parque dos Príncipes, em Paris, no dia 13.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.