Gabriel Bouys/AFP
Gabriel Bouys/AFP

PSG conta com a volta de Neymar para buscar empate com o Real Madrid

Time espanhol chegou a abrir 2 a 0, mas os franceses, que contaram com o retorno do atacante brasileiro, conseguiram evitar a derrota

Redação, O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2019 | 19h22

Real Madrid e Paris Saint-Germain entraram em campo classificados antecipadamente às oitavas de final da Liga dos Campeões, mas nem por isso deixaram de fazer um duelo movimentado e emocionante. Nesta terça-feira, no Santiago Bernabéu, Karim Benzema marcou duas vezes, premiando a superioridade da sua equipe, mas o time francês conseguiu arrancar o empate nos minutos finais, por 2 a 2, o que lhe garantiu o primeiro lugar do Grupo A.

O PSG tinha, até então, 100% de aproveitamento na Liga dos Campeões, o que incluía um triunfo por 3 a 0 sobre o Real Madrid no Parque dos Príncipes. Agora, com 13 pontos, não pode mais ser alcançado pelo clube espanhol, que está na segunda posição, com oito, já garantido nas oitavas. Brugge, com três, e Galatasaray, com dois, completam a chave, em busca de uma vaga na Liga Europa.

A partida no Santiago Bernabéu começou com quatro brasileiros entre os titulares: Casemiro e Marcelo, pelo lado do Real, além de Marquinhos e Thiago Silva, no PSG. O Real abriu o placar aos 17 minutos, depois de uma boa trama coletiva. No lance, Valverde recebeu dentro da área e rolou para o meio. Isco desviou, acertou a trave esquerda e Benzema, sozinho no rebote, bateu para as redes com o gol aberto.

A reação do PSG poderia ter se iniciado no fim da primeira etapa, quando a arbitragem chegou a marcar pênalti de Courtois em Icardi, expulsando o goleiro belga. Mas após a revisão do lance com a utilização do VAR anulou essas decisões ao apontar falta em Marcelo na origem da jogada. E assim o Real foi ao intervalo em vantagem e com seus 11 jogadores em campo.

Na volta do segundo tempo, o PSG retornou sem Gueye, que havia cometido a falta no lateral brasileiro e foi substituído por Neymar, que pela primeira vez atuou nesta Liga dos Campeões. Mas não brilhou e ainda viu o Real abrir 2 a 0 aos 34 minutos, quando Marcelo recebeu de Isco na esquerda e cruzou para Benzema cabecear, ampliando a vantagem do seu time.

O jogo parecia decidido, mas o PSG respondeu de imediato. Aos 36, Meunier foi acionado pela direita e cruzou. Varane se atrapalhou ao tentar cortar e a bola sobrou limpa para Mbappé empurrar para o gol vazio. Na sequência, aos 38, Draxler recebeu passe na entrada da área e bateu em cima da defesa. A bola sobrou para Sarabia, que chutou de esquerda, no ângulo direito: 2 a 2.

O Real, que só teria chances de ultrapassar o PSG na rodada final da fase de grupos em caso de vitória nesta terça, acionou Rodrygo, que perdeu uma chance clara de gol e impôs pressão nos minutos finais. Bale acertou a trave em cobrança de falta nos acréscimos, mantendo o placar igual, para festa do clube francês.

Os times voltarão a campo pela Liga dos Campeões em 11 de dezembro com os duelos Brugge x Real Madrid e PSG x Galatasaray. No próximo domingo, o clube parisiense visitará o Mônaco pelo Campeonato Francês. Um dia antes, também como visitante, o Real vai ter pela frente o Alavés. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.