PSG é investigado por venda de Ronaldinho

A polícia francesa iniciou investigações para apurar suspeitas de irregularidades em vendas de jogadores efetuadas pelo Paris Saint Germain (PSG), entre elas, a do brasileiro Ronaldinho Gaúcho. A informação foi divulgada nesta sexta-feira pelo jornal francês ?Le Monde?. De acordo com o jornal, as investigações tiveram início do final do ano passado, depois que agentes descobriram na sede do clube documentos que poderiam indicar desvio do dinheiro resultante das transferências. Ronaldinho foi vendido ao Barcelona no final da temporada passada por 31 milhões de euros. O presidente do PSG, Francis Graille, negou a existência de irregularidades e disse que as denúncias fazem parte de uma campanha para prejudicar o clube. "Eu vendi Ronaldinho ao Barcelona. Seu agente era seu irmão (Assis). Havia um pré-acordo com o Manchester United, mas não entramos noassunto porque tinha sido assinado sem nosso conhecimento", disse o dirigente, segundo o "Le Monde".Graille negou também que tenha enriquecido com a venda de jogadores. De acordo com ele, "os escritórios do clube estão abertos para qualquer tipo de investigação?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.