Franck Fife / AFP
Franck Fife / AFP

PSG encara Anderlecht para puxar 'bonde dos classificados' na Liga dos Campeões

Manchester United, Barcelona, Bayern de Munique e Juventus também podem confirmar vaga nas oitavas

EFE

31 Outubro 2017 | 12h15

O Paris Saint-Germain receberá nesta terça-feira o Anderlecht, pela quarta rodada do grupo B da Liga dos Campeões da Europa, em que uma vitória deve garantir vaga nas oitavas, em dia que o Bayern de Munique, na mesma chave, também pode avançar, assim como Manchester United, Basel, no grupo A; Chelsea, no C; além de Barcelona e Juventus, no D.

+ Técnico elogia Neymar e garante que brasileiro vai ter sucesso no PSG

+ Valverde celebra volta a Atenas e alerta Barça para ofensividade do Olympiacos

O time de Neymar levou a melhor nos três compromissos que disputou até o momento. Com o desempenho até o momento, um novo êxito sobre o campeão belga, goleado a quatro semanas por 4 a 0, assegurará a classificação, desde que a equipe bavára supere ou empate com o Celtic, na Escócia.

Caso o PSG empate com o Anderlecht no estádio Parc des Princes, a vaga ainda pode vir, desde que o Bayern de Munique bata a equipe de Glasgow. Os comandados pelo veterano alemão Jupp Heynckes, também carimbarão passaporte às oitavas se vencerem o compromisso desta terça-feira, e o líder da chave não perca em Paris.

+ Mourinho mira vaga antecipada na Liga dos Campeões e vê Lukaku 'intocável'

+ Lesionado, Lewandowski desfalcará Bayern contra o Celtic na Liga dos Campeões

A principal novidade na escalação do líder do Campeonato Francês será a presença de Neymar, que cumpriu suspensão na vitória sobre o Lille por 3 a 0, em casa. O atacante brasileiro cumpriu suspensão, devido a expulsão no clássico com o Olympique de Marselha, na semana anterior. Com isso, o argentino Ángel Di María deve voltar ao banco.

Por outro lado, o volante naturalizado italiano Thiago Motta não entrará em campo mais uma vez, devido lesão em um dos joelhos. Na competição nacional, o técnico espanhol Unai Emery recuou o francês Adrien Rabiot e lançou o alemão Julian Draxler, que atuou ao lado do italiano Marco Verratti.

O Anderlecht, terceiro colocado no Campeonato Belga, oito pontos distante do líder, Club Brugge, vai em busca de um milagre em Paris. Em caso de empate ou derrota, provavelmente, a equipe, comandada pelo belga Hein Vanhaezebrouck, estará eliminada da competição.

O Bayern de Munique, por sua vez, pegará o Celtic, em Glasgow, embalado, depois de assumir a liderança isolada do Campeonato Alemão, graças a vitória sobre RB Leipzig por 2 a 0, e a derrota do Borussia Dortmund para o Hannover 96 por 4 a 2.

O time, no entanto, estará desfalcado do meia-atacante alemão Thomas Müller e do centroavante polonês Robert Lewandowski, ambos lesionados. O francês Kingsley Coman, com isso, deverá ser avançado, atuando como homem de referência, enquanto o holandês Arjen Robben e o espanhol Thiago Alcântara podem compor o setor ofensivo.

A situação nos grupos A e D é idêntica a da chave em que PSG e Bayern podem avançar. Respectivamente, Manchester United e Barcelona estão na mesma situação do clube francês, podendo garantir classificação com uma vitória. Já Basel e Juventus, vice-líderes das chaves, também podem assegurar ida às oitavas.

No estádio Georgios Karaiskakis, no Pireu, o Barcelona vai em busca de manter o aproveitamento de 100% na 'Liga'. A equipe reencontrará o Olympiacos, que superou em casa há duas semanas por 3 a 1. Nova vitória valerá a classificação, desde que a Juventus derrote ou empate com o Sporting, em Portugal.

Além disso, o argentino Lionel Messi e companhia também podem passar para a próxima etapa com empate, desde que o atual campeão italiano supere o Sporting no estádio José Alvalade, em Lisboa. O zagueiro Gérard Piqué, suspenso, e o meia Andrés Iniesta, lesionado, desfalcarão a equipe catalã.

No grupo A, o Manchester United, outro time com nove pontos conquistados, em três partidas. é quem joga com a possibilidade de se classificar, precisando vencer o Benfica, em Old Trafford. Além disso, o time de José Mourinho torcerá para que o Basel, vice-líder, supere ou fique na igualdade com o CSKA Moscou, na Suíça.

O Chelsea, com sete pontos, pode avançar no grupo C, se vencer a vice-líder Roma, na Itália. A vaga para o time de David Luiz e Willian, no entanto, só virá se o Atlético de Madrid voltar a empatar com o Qarabag, como aconteceu no Azerbaijão, desta vez, no estádio Wanda Metropolitano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.