Christophe Petit Tesson/EFE
Christophe Petit Tesson/EFE

Pochettino não relaciona os astros Neymar e Messi para primeiro jogo oficial do PSG

Além deles, Donnarumma, Marquinhos, Bernat, Dagba, Di Maria, Gueye, Paredes e Verratti seguem em fase de aprimoramento físico

Redação, Estadão Conteúdo

14 de agosto de 2021 | 10h39

Não será neste sábado que o torcedor do Paris Saint-Germain verá suas novas estrelas em campo. A tão balada reedição da dupla Messi e Neymar ficou fora da lista de relacionados do técnico Mauricio Pochettino para o primeiro jogo no Parque dos Príncipes, pelo Campeonato Francês, diante do Estrasburgo.

Os amigos, além do goleiro Donnarumma, o zagueiro Marquinhos, Bernat, Dagba, Di Maria, Gueye, Paredes e Verratti seguem em fase de aprimoramento físico e o treinador argentino optou por adiar a estreia oficial na temporada.

Todos trabalham há alguns dias com o restante do grupo e existia esperança que os brasileiros já fossem para o jogo. A ideia, porém, é usar a força máxima de uma vez. Seria uma espécie de apresentação única do novo PSG. Kurzawa, na lista de "negociáveis", também está fora do jogo diante do Estrasburgo.

A possibilidade é que o galáctico time do PSG comece a atuar junto longe de Paris. Isso pelo fato de os dois próximos jogos do Campeonato Francês serem como visitante, diante de Stade Brestois, dia 20, e contra o Reims, dia 29. A Copa dos Campeões ainda definem seus classificados à fase de grupo até o dia 25 de agosto.

Mbappé mais uma vez será o responsável por conduzir o PSG a nova vitória no Francês. Depois de buscar uma virada sofrida diante do Troyes, há uma semana, por 2 a 1, a expectativa é que a equipe não sinta tanto a falta de ritmo após outra semana cheia de trabalho.

Pochettino vem incentivando seus escalados a darem o melhor de si para acirrarem a briga por posição quando todo o elenco estiver à disposição. O meio-campo, porém, é o setor com as maiores dúvidas do treinador. Sobram boas peças e faltam vagas. O ataque todos já sabem que terá Messi, Neymar e Mbappé.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.