PSG para na trave e fica no 0 a 0 com o Angers pelo Francês

O Paris Saint-Germain não tem encontrado adversários à altura neste Campeonato Francês. Lidera com folga, com mais de dez pontos de vantagem para o segundo colocado, mas ao menos nesta terça-feira viu seu estrelado elenco ser colocado à prova pelo pequeno Angers, que arrancou um empate por 0 a 0 em casa, para delírio de sua torcida.

Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2015 | 18h08

O resultado pouco alterou a situação do PSG, que segue na ponta com 14 pontos de vantagem para o Caen: 42 a 28. O Angers, no entanto, mostrou mais uma vez por que é uma das principais surpresas da competição, chegou aos 27 pontos e ocupa a terceira posição.

Desde o início, ficou claro que a jornada não seria fácil para o Paris Saint-Germain. Não demorou nem cinco minutos para que o time da capital chegasse com perigo e acertasse a trave pela primeira vez. Aos quatro, Di María cobrou escanteio e Cavani se antecipou para desviar no poste.

Foi apenas a primeira de muitas frustrações para os parisienses no dia. As chances iam se acumulando. Aos 12, com Aurier, que parou em Butelle. Aos 32, duas vezes. Na primeira, com Di María, que acertou mais uma vez na trave, e depois com Lucas, que pegou o rebote e foi travado.

O Angers ganhou moral com os desperdícios adversários e se animou. Ketkeophomphone e N''Doye tiveram boas chances de cabeça, mas perderam. O PSG só foi chegar com perigo no segundo tempo com Rabiot, que tentou de fora da área e jogou rente à trave aos 38. Foi o último bom momento dos parisienses, que tiveram que se contentar com o empate.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato FrancêsPSGAngers

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.