Cristina Quicler|AFP
Cristina Quicler|AFP

PSG 'pensa seriamente' em trocar de treinador, diz jornal francês

Após segunda derrota, diretoria estaria insatisfeita com futebol apresentado por time de Neymar

O Estado de S.Paulo

07 de dezembro de 2017 | 10h12

A derrota do Paris-Saint Germain para o Bayern de Munique por 3 a 1, a segunda consecutiva do clube francês, fez a diretoria "pensar seriamente" na demissão do técnico Unay Emery ao fim da temporada. A informação foi divulgada pelo jornal francês L'Equipe nesta quinta-feira, um dia após o encerramento da fase de grupos da Liga dos Campeões. O PSG se classificou em primeiro da sua chace, à frente do próprio Bayern de Munique.

+ PSG perde para o Bayern, mas avança em primeiro lugar

Os técnicos que interessariam ao PSG são Massimiliano Allegri, Luis Enrique, José Mourinho, Antonio Conte e Carlo Ancelotti. Após o jogo, a primeira derrota do clube na Liga dos Campeões, o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, deu sinais de sua insatisfação publicamente.

"Nós não jogamos. Essa é a verdade. Estou muito desapontado com o resultado, a qualidade do jogo, especialmente no primeiro tempo. Depois, fomos melhores, mas não o suficiente para obter um empate", disse Al-Khelaif.

Foi a segunda derrota consecutiva do PSG, que havia perdido para o Estrasburgo no Campeonato Francês no último sábado. Mesmo com o revés, o time lidera com folga o Campeonato Francês e está classificado em primeiro de sua chave para as oitavas de final da Liga dos Campeões, cujo sorteio do mata-mata será na segunda-feira.

Na visão dos críticos, o time oscila e ainda não tem um padrão de jogo definido. Além disso, o técnico teria problemas de relacionamento com Neymar, a estrela da companhia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.