PSG quer Lavezzi e Thiago Silva, mas descarta Ibrahimovic e Daniel Alves

PARIS - O Paris Saint-Germain negocia para ter o atacante argentino Ezequiel Lavezzi (Napoli) e o zagueiro brasileiro Thiago Silva (Milan), mas não tem interesse nas contratações do sueco Zlatan Ibrahimovic (Milan), do argentino Gonzalo Higuaín (Real Madrid) e do brasileiro Daniel Alves (Barcelona).

EFE

14 de junho de 2012 | 11h17

"Nos concentramos em Thiago Silva e Lavezzi", reconheceu nesta quinta-feira o diretor esportivo do clube, o ex-jogador brasileiro Leonardo, em declarações ao diário francês L'Équipe.

Um dia antes, o dono do Milan, Silvio Berlusconi, disse à imprensa italiana ter recebido uma oferta de 46 milhões de euros do PSG pelo jogador brasileiro, de 27 anos.

"Não posso não vender Thiago Silva. Não posso fazer nada, estão me dando 46 milhões de euros", confessou Berlusconi ao diário La Stampa.

Outro objetivo do clube francês é Lavezzi, atacante que fez mais uma ótima temporada pelo Napoli.

"As discussões para a transferência de Lavezzi ainda não terminaram, mas temos tempo. O mercado vai até 4 de setembro, não estamos com pressa", disse Leonardo.

O diretor esportivo do PSG, propriedade de um fundo de investimento do Catar, desmentiu, no entanto, que a equipe dirigida pelo italiano Carlo Ancelotti esteja tentando seduzir os atacantes Higuaín e Ibrahimovic.

"Não há nada com ele (Higuaín) nem com Zlatan Ibrahimovic", assegurou Leonardo, desmentindo ainda possíveis negociações para tirar Daniel Alves do Barcelona ou Maicon da Inter de Milão.

Com as atenções voltadas às contratações, o PSG pode perder em breve um de seus principais destaques, o atacante brasileiro Nenê, que tem contrato até 2013 e ainda não renovou.

"Estamos muito contentes com Nenê. Ele fez uma temporada extraordinária, mas não é porque um jogador tem menos de um ano de contrato que devemos decidir se o prolongamos ou não. Há um ano para ver isso, que no futebol é uma eternidade. Por nós, ele fica na próxima temporada", disse Leonardo.

Nenê, vinculado ao PSG desde 2010, anotou na última temporada 21 gols em 35 partidas do Campeonato Francês e dois em sete jogos da Liga Europa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.