Philippe Wojazer/Reuters
Philippe Wojazer/Reuters

PSG recusa oferta do Real de R$ 450 milhões e três jogadores por Neymar

Segundo jornal francês, time espanhol estaria disposto a negociar James Rodriguez, Gareth Bale e Keylor Navas pelo atacante brasileiro

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de agosto de 2019 | 20h59

Em mais um capítulo da novela envolvendo a possível transferência do atacante Neymar, o Paris Saint-Germain teria recusado proposta exorbitante que o Real Madrid fez envolvendo três jogadores do time espanhol. Segundo o periódico francês L'Equipe, o time rejeitou o negócio de 100 milhões de euros (cerca de R$ 450 milhões) e que levaria para Paris os jogadores James Rodríguez, Gareth Bale e Keylor Navas

Para a publicação, Leonardo, diretor técnico do PSG, considerou que os três jogadores não equivalem ao Neymar por já terem passado do seu auge como atletas. Ainda segundo o jornal, o clube também rejeitou nova oferta do Barcelona e a proposta da Juventus, essa envolvendo o argentino Paulo Dybala.

Com o fim da janela de transferências, no próximo dia 2 de setembro, se aproximando, a pressão aumenta sobre as partes para um possível negócio ser fechado. Depois de a Juventus aparecer como mais um possível destino de Neymar, a imprensa espanhola voltou a colocar o atacante brasileiro como alvo dos gigantes Real Madrid e Barcelona, que estaria em uma 'Guerra fria' na Espanha. 

De acordo com o jornal Marca, a estratégia da equipe de Madri é esperar o fim da janela de transferências se aproximar e apostar na deterioração da relação entre o atacante e o Paris Saint-Germain. 

Neymar ainda não jogou pelo PSG nesta temporada, ficando de fora dos amistosos preparatórios e não sendo relacionado para os jogos das duas primeiras rodadas do Campeonato Francês. Thomas Tuchel, técnico do time francês, deseja que o brasileiro participe do jogo com o Toulose no próximo domingo, 25.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.