Reprodução Twitter PSG
Reprodução Twitter PSG

PSG vence a concorrência e anuncia contratação de Mbappé por empréstimo

Atacante chega para ser o parceiro de Neymar no ataque da equipe francesa

Estadão Conteúdo

31 de agosto de 2017 | 15h06

Uma das principais novelas desta janela para transferências chegou ao fim nesta quinta-feira, no último dia disponível para negociações na Europa. O Paris Saint-Germain anunciou oficialmente a contratação do atacante Kylian Mbappé, grande promessa francesa e destaque do Monaco na última temporada.

A negociação entre PSG e Monaco por Mbappé vinha se alongando pelas últimas semanas, e as notícias da imprensa europeia davam conta de que as partes já haviam chegado a um acordo. Restava, porém, um impasse em relação aos valores e termos do contrato, já que o time parisiense contratou Neymar nesta janela e não poderia burlar as regras do Fair Play Financeiro.

E para garantir que a negociação acontecesse dentro das regras financeiras estabelecidas pela Uefa, o PSG montou um esquema diferente. O atacante chegará do Monaco por empréstimo de uma temporada, válido até o meio de 2018, com opção de compra com valor já estipulado - e não divulgado - entre as partes. Especula-se que o valor seja de 180 milhões de euros (R$ 678 milhões). A quantia desembolsada pelo empréstimo, aliás, também não foi revelada. 

"O Paris Saint-Germain está muito animado por anunciar a chegada ao seu elenco de Kylian Mbappé. O atacante da seleção francesa está emprestado pelo Monaco até 30 de junho de 2018. Este empréstimo será completado com uma opção de compra que, se exercida, ligará o jogador ao Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2022", anunciou o clube.

Aos 18 anos, Mbappé é considerado uma das principais promessas do futebol francês na atualidade e vem de uma grande temporada com a camisa do Monaco, sendo destaque na campanha do título do Campeonato Francês e na surpreendente ida às semifinais da Liga dos Campeões.

Imediatamente após o término da temporada, o jogador passou a ser desejado por alguns dos principais clubes do continente, como Real Madrid, Paris Saint-Germain e Barcelona. Diante do assédio, Mbappé teria pedido para ser negociado e, inclusive, ficou de fora de algumas partidas do Monaco neste início de campanha.

"É com grande alegria e profundo orgulho que chegou ao Paris Saint-Germain. Para um jovem da região de Paris, é um sonho constante vestir a camisa vermelha e azul e experimentar a atmosfera única do Parque dos Príncipes. Fui seduzido pelo projeto do clube, que é um dos mais ambiciosos da Europa. Junto a meus companheiros, quero continuar este progresso enquanto ajudo o time a alcançar os objetivos", disse o jogador.

A chegada de Mbappé também confirma o PSG como um dos melhores elencos do mundo, patamar já alcançado após a contratação de Neymar para esta temporada. Os dois, aliás, deverão compor o ataque da equipe com nomes como Cavani e Di María, em busca do sonhado título da Liga dos Campeões.

"É com grande emoção e satisfação que eu dou boas-vindas para Mbappé à família PSG. É essencial para o futebol francês manter tal talento em nosso campeonato. Ele é um talento indubitável e um dos jogadores mais promissores do mundo graças à sua imensa técnica, porte físico e qualidades mentais. Com nossas cores, Kylian vai continuar seu progresso, do qual também se beneficiará a seleção francesa", considerou o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.