Thomas Samson|AFP
Thomas Samson|AFP

PSG vence com gol irregular de Lucas e mantém perseguição ao líder Monaco

Nos acréscimos, brasileiro garante vitória sobre o Lille por 2 a 1

Estadao Conteudo

07 Fevereiro 2017 | 20h26

Pressionado pela vitória do Monaco, o Paris Saint-Germain sofreu, mas contou com um gol nos acréscimos do meia-atacante brasileiro Lucas para não perder contato com o líder do Campeonato Francês ao superar, nesta terça-feira, o Lille por 2 a 1, em casa, no Parque dos Príncipes, pela 24ª rodada.

A vitória levou o Paris Saint-Germain aos 52 pontos, três atrás do Monaco e três a mais do que o terceiro colocado Nice, que só vai entrar em campo nesta quarta. Já o Lille segue na zona intermediária da classificação, com 26 pontos e em 12º lugar.

Os gols da partida desta terça saíram apenas no segundo tempo. E o primeiro deles foi marcado aos 24 minutos com Cavani. Di María cobrou falta para a área, El Ghazi tentou cortar, mas a bola ficou livre para o uruguaio, que tentou cabecear, mas finalizou mesmo de ombro. Assim, marcou o seu 23º gol no Campeonato Francês - é o artilheiro do torneio - e colocou o PSG em vantagem.

Só que o time parisiense não contava com um erro grave do seu goleiro. Aos 40 minutos, Thiago Silva recuou a bola para Aréola, que até driblou o seu marcador, mas na sequência ficou sem a posse da bola. De Préville, que acompanhava a jogada, finalizou para o gol aberto.

Restou ao PSG buscar o gol da vitória. E ele saiu aos 46 minutos, com o auxílio de um erro da arbitragem. Na jogada, após cruzamento, Matuidi tentou a finalização, a bola sobrou para Cavani, que chutou. Enyeama espalmou e Lucas, impedido, mandou a bola para as redes. E apesar da revolta dos jogadores do Lille, a arbitragem validou o gol, determinando a sofrida vitória do PSG.

Mais cedo, o Monaco venceu o Montpellier por 2 a 1, na casa do rival, com gols de Glik e Mbappe Lottin, ambos ainda na primeira metade da etapa inicial. No segundo tempo, o brasileiro Hilton descontou. Outro brasileiro, o ex-atleticano Jemerson, foi expulso no finalzinho do jogo, deixando o Monaco com um a menos. Recém-contratado, o lateral-esquerdo Jorge ainda não estreou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.