Marcel van Hoorn/Efe
Marcel van Hoorn/Efe

PSV bate recordes com goleada histórica e vai à fase de grupos da Liga Europa

Placar de 9 a 0 sobre o Zeta Golubovci, de Montenegro, representa a maior diferença de gols da história da competição

O Estado de S. Paulo

30 de agosto de 2012 | 18h13

EINDHOVEN (Holanda) - O PSV Eindhoven se classificou para a fase de grupos da Liga Europa nesta quinta-feira ao golear o Zeta Golubovci, de Montenegro, por 9 a 0 no estádio Philips, em um jogo em que a equipe holandesa bateu recordes na competição continental. O placar representa a maior goleada da história do segundo torneio mais importante do Velho Continente desde que foi rebatizada como Liga Europa, na temporada 2009/2010, e o maior placar agregado. Na ida, o PSV já havia batido o Zeta por 5 a 0 fora de casa.

Se levado em conta todo histórico da competição, que antes era chamada de Copa da Uefa, a equipe de Eindhoven fica atrás de outros times da Holanda. A maior goleada em um só jogo foi os 14 a 0 do Ajax sobre o já extinto Red Boys Differdange, de Luxemburgo, em 1984. Em 1973, o Feyenoord fez 9 a 0 na ida e 12 a 0 na volta diante do Rumelange, outro representante luxemburguês, assinalando a maior vantagem de todos os tempos na soma dos resultados: 21 a 0.

Os grandes nomes da vitória do PSV nesta quinta foram Matavz e Wijnaldum, com três gols cada. Van Ooijen balançou a rede duas vezes, e Jorgensen também deixou o dele. Atual vice-campeão da Liga Europa, o Athletic Bilbao apenas administrou a vantagem construída no jogo de ida diante do HJK Helsinki, em que havia vencido por 6 a 0 no San Mamés. Hoje, os bascos chegaram a estar perdendo por 2 a 0 e 3 a 1, mas empataram em 3 a 3 e ficaram com a vaga.

Duas grandes decepções foram o CSKA Moscou e o APOEL Nicosia. A equipe russa havia batido o AIK por 1 a 0 na Suécia na primeira partida, mas perdeu por 2 a 0 na volta, em casa, com direito a um gol sofrido aos 48 minutos do segundo tempo. Já os cipriotas, que foram até as quartas de final da Liga dos Campeões na última temporada, ficaram fora da Liga Europa também com uma derrota como mandante, por 3 a 1 diante do Neftçi. Na ida, no Azerbaijão, as equipes haviam empatado em 1 a 1.

Quinto colocado do último Campeonato Português, o Marítimo eliminou o Dila Gori, da Geórgia, com duas vitórias. Depois de terem vencido por 1 a 0 em casa no primeiro jogo, os lusos fizeram 2 a 0 como visitantes na volta. Os gols foram marcados por Héldon, de Cabo Verde, e pelo brasileiro Danilo Dias, ex-atleta do Goiás e do Atlético-GO. EFE

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLiga EuropaPSV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.