Público aplaude Kaká e Ronaldinho, e vaia Love e Afonso

As quase 77 mil pessoas que lotam o Maracanã hostilizaram os centroavantes convocados por Dunga

17 de outubro de 2007 | 21h43

Momentos antes da partida entre Brasil e Equador pelas Eliminatórias da Copa de 2010, a torcida que lota o Maracanã (76.962 pagantes) já elegeu seus preferidos. Enquanto as duas equipes se aquecem no gramado, o telão do estádio anunciava os jogadores da seleção. Kaká e Ronaldinho Gaúcho foram muito aplaudidos, mas seus companheiros Vágner Love e Afonso receberam sonoras vaias. Veja Também: Brasil goleia o Equador e dá o show que a torcida esperava 'Jogar aqui é uma experiência incrível', diz Ronaldinho Maracanã está distante do padrão de Copa do Mundo  Você acha que após a goleada sobre o Equador, a seleção brasileira engrena nas Eliminatórias?Classificação  Calendário / Resultados  As condições climáticas para o jogo seguem instáveis. Faz calor no Rio, mas por cerca de cinco minutos chegou a chover no Maracanã. Mas nada que abale a torcida carioca, que após sete anos de ausência da seleção, geraram uma renda de R$ 2.173.170,00.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.