Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Zac Goodwin / AP
Zac Goodwin / AP

Público em estádios na Eurocopa causa o aumento de casos de covid-19, diz OMS

Organização Mundial de Saúde alerta para nova onda de infecções no continente por causa da competição

Nikolaj Skydsgaard e Jacob Gronholt-Pedersen, Reuters

01 de julho de 2021 | 12h51

A presença de público nos estádios de futebol durante a Eurocopa e nos pubs e bares das cidades-sede dos jogos está impulsionando o atual aumento nas infecções por coronavírus na Europa, disse a Organização Mundial de Saúde, nesta quinta-feira. Um período de dez semanas de queda nas novas infecções por coronavírus em toda a região chegou ao fim e uma nova onda de infecções é inevitável caso torcedores e demais pessoas baixem a guarda, segundo a OMS.

Na semana passada, o número de novos casos aumentou 10%, impulsionado pelas multidões nas cidades-sede da Eurocopa, viagens e pela flexibilização das restrições em combate à covid-19, afirmou a OMS. "Temos de olhar para muito além dos próprios estádios", afirmou Catherine Smallwood, autoridade responsável pelas situações de urgência da OMS.

"Precisamos ver como as pessoas chegam lá, será que viajam em grandes trens e ônibus lotados? E quando saem dos estádios, vão a bares e pubs cheios de gente para assistir aos jogos?", continuou. "São esses pequenos eventos recorrentes que estão impulsionando a propagação do vírus", acrescentou.

O ministro de Interior da Alemanha, Horst Seehofer, chamou de "totalmente irresponsável" a decisão da Uefa, entidade reguladora do futebol europeu, de permitir grandes públicos durante a Eurocopa. O presidente Da Rússia, Vladimir Putin, disse conhecer, por exemplo, o aumento do número de casos em São Patersburgo, mas não tem nada a fazer para impedir o jogo entre Suíça e Espanha nesta sexta-feira. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.