Ivan Franco/EFE
Ivan Franco/EFE

Público não aprova condições de uso da Arena Pernambuco

Apesar da beleza, transporte, situação do entorno e funcionamento dos bares desagradam nos três jogos

O Estado de S. Paulo

24 de junho de 2013 | 11h50

SÃO PAULO - Estádio com mais jogos na primeira fase, a Arena Pernambuco ainda vai precisar melhorar muito para a Copa do Mundo. Isso porque a beleza do estádio contrasta com as condições gerais de uso, de acordo com pesquisa online realizada pelo Estado com pessoas que foram aos jogos da Copa das Confederações em Recife.

Apesar de não ter peso científico, o levantamento dá um panorama da percepção do público sobre a Arena. Em nenhum dos três jogos o estádio teve avaliação predominantemente positiva, sendo que o lado externo foi o que teve a pior avaliação.

Ao menos para o jogo deste domingo, entre Uruguai e Taiti, houve uma pequena evolução a respeito das condições de entrada na Arena Pernambuco. Dos que responderam ao questionário, 37% consideraram ótimas ou boas, contra 42% que as classificaram como ruins ou péssimas (esse número chegou a ser de 77% no primeiro jogo, caindo para 57% na segunda partida).

Em relação a obras no entorno, ninguém considerou a situação como "ótima" no terceiro jogo. Para a maioria (53%), esse quesito foi avaliado negativamente. Em compensação, a atuação em relação aos cambistas que agiam no entorno foi aprovada por 45%, contra 28% que acharam que ela deixou a desejar.

Nos três jogos, o trânsito e a situação do transporte público foram os grandes vilões. Apenas 16% dos entrevistados aprovaram as condições do transporte público para o jogo de domingo, ao mesmo tempo em que o trânsito foi reprovado por 58% das pessoas que responderam ao levantamento.

Dentro do estádio, o funcionamento dos bares e lanchonetes voltou a ser motivo de críticas. Esse item havia tido uma evolução no segundo jogo, quando 30% aprovaram o funcionamento, mas desta vez apenas 10% acharam o serviço eficiente, contra 58% que o classificaram como ruim ou péssimo. Já os banheiros tiveram avaliação positiva de 48% - outros 43% desaprovaram as condições de uso.

O serviço de locução da Arena Pernambuco, que vinha sendo bem avaliado, parece ter tido problemas no terceiro jogo. A maioria (58%) classificou como inadequado, além de 11% que o consideraram regular. Mais uma vez, o gramado foi o item mais bem avaliado, com 69% de aprovação, maior inclusive que o constatado no segundo jogo, quando 65% o avaliaram positivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.