Punição a Felipe é mantida pelo STJD

Em decisão unânime, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) manteve a pena de 180 dias aplicada ao meia Felipe em março. O jogador do Fluminense foi condenado por ter agredido com um soco o volante Marcos Mendes, do Campinense-PB, numa partida válida pela Copa do Brasil. Como o caso foi julgado em última instância nesta quinta-feira, os advogados do Fluminense vão entrar na semana que vem com um pedido de conversão de um terço da pena em serviços sociais. Caberá, então, ao presidente do STJD, Luiz Zveiter, concedê-la ou não. Mas o clima é de pessimismo no clube carioca. "Decisão em última instância o Fluminense acata. Só isso", declarou o advogado Marcelo Penha, assessor da presidência do Fluminense. Diante da decisão do tribunal, a diretoria do clube vai se reunir para definir o futuro de Felipe nas Laranjeiras. A possibilidade de rescindir seu contrato não é descartada - ele já cumpriu 52 dias de pena.

Agencia Estado,

28 Abril 2005 | 18h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.