Punição a juiz depende do Corinthians

O árbitro Edilson Pereira de Carvalho pode ser suspenso por até 180 dias pela justiça desportiva por supostamente ter ofendido os jogadores do Corinthians no clássico contra o São Paulo, na última quarta-feira, no Morumbi. Isso, no entanto, depende inicialmente de uma representação do clube ou dos atletas contra o juiz, com provas consistentes, junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).Carvalho pode ser denunciado no artigos 272 e 187 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). No primeiro caso, se condenado, o árbitro pode ser suspenso por até 120 dias por ?assumir em praças desportivas, antes, durante ou depois da partida; atitude contrária à disciplina ou à ofensa moral desportiva?. Na segunda hipótese, a pena por ofender moralmente pode ser de até 180 dias de suspensão.Segundo o meia Roger, o zagueiro Sebá foi chamado de ?gringo de m...? por Edilson Pereira de Carvalho, durante a formação da barreira, no fim do primeiro tempo. O árbitro negou as acusações, dizendo que os jogadores falam muita besteira. Recentemente, o árbitro Márcio Rezende de Freitas foi suspenso por 30 dias pelo STJD por ter ofendido os jogadores do Botafogo na derrota para o Palmeiras, por 4 a 1, em São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.