Massimo Pinca/Reuters
Massimo Pinca/Reuters

Punida por cânticos racistas, Juventus tem parte do estádio fechada

Punição será de uma partida e será cumprida contra o Genoa, no dia 20 de outubro

Estadão Conteúdo

02 Outubro 2018 | 17h30

O estádio da Juventus, em Turim, estará com o setor denominado Curva Sud fechado na partida diante do Genoa, em 20 de outubro, pela nona rodada do Campeonato Italiano. A punição foi imposta após torcedores da equipe terem entoado cânticos racistas durante a vitória sobre o Napoli, por 3 a 1, no último domingo.

Segundo a comissão disciplinar da liga organizadora do Campeonato Italiano, os cantos eram "claramente racistas" e foram direcionados para o zagueiro Kalidou Koulibaly, do Napoli, no sexto minuto do segundo tempo. Cantos contra a cidade de Nápoles e seus cidadãos também puderam ser ouvidos durante toda a partida. A Juventus também foi multada em 10 mil euros (cerca de R$ 45 mil).

Em punições anteriores semelhantes, a diretoria da Juventus convidou crianças de escolas locais para assistirem ao jogo gratuitamente no local fechado para a venda de ingressos.

O Napoli foi multado em 15 mil euros (R$ 68 mil), pois um de seus torcedores atirou uma cadeira em um setor de fãs da Juventus durante a partida. O clube napolitano cooperou com a polícia para ajudar a identificar e prender o suspeito.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.