Punido, Corinthians mantém venda para jogos em casa

Previamente suspenso pela CBF com duas partidas sem a presença da torcida por causa da briga de torcedores em Brasília, o Corinthians continua vendendo ingressos para seus dois próximos jogos como mandante: Goiás, no domingo, e Cruzeiro, dia 22.

FÁBIO HECICO, Agência Estado

09 de setembro de 2013 | 18h09

A negociação dos bilhetes, por enquanto, é apenas para integrantes do plano Fiel Torcedor. A partir de quinta-feira, será possível a compra nas bilheterias do Parque São Jorge, Pacaembu e outros quatro pontos das lojas Poderoso Timão.

"Mantivemos o padrão adotado há algum tempo de abrir o pacote de venda de três jogos. Nesse consta o confronto com o Náutico, no domingo passado, Goiás e Cruzeiro. E a venda foi iniciada antes da punição. Já estávamos vendendo e só vamos parar em caso de alguma orientação do departamento jurídico", informa o diretor de arrecadação do Corinthians, Lúcio Blanco.

De acordo com Lúcio Blanco, o clube não deu nenhuma orientação para a suspensão das vendas. Pelo contrário, a ordem é divulgar que o jogo contará com os corintianos para alavancar as vendas.

"Caso aconteça alguma reviravolta e a CBF defina esse jogo, daí sim paramos com as vendas", diz Lúcio. Daí, o torcedor teria duas opções: receber o dinheiro de volta ou escolher outro jogo para adquirir seu bilhete.

Os preços variam entre R$ 30 para o Tobogã, e R$ 180 para o setor VIP. Cadeira laranja custa R$ 70 e numerada, R$ 100. As arquibancadas já estão esgotadas para os dois jogos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansingressos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.