Punido, Warner pede para caribenhos votarem em Blatter

Suspenso de suas funções na Fifa, Jack Warner, um dos vice-presidentes da entidade e presidente da Concacaf, pediu aos dirigentes do futebol do Caribe para continuarem apoiando Joseph Blatter, na eleição presidencial marcada para quarta-feira. "A nossa história está tatuada com histórias de luta, mas temos sempre levantado", escreveu Warner em uma carta aos membros da União Caribenha de Futebol (CFU, na sigla em inglês).

AE-AP, Agência Estado

31 de maio de 2011 | 13h09

O dirigente pediu para que a decisão previamente acordada pela CFU de votar em Blatter, que busca um quarto mandato, deve ser mantida. "Eu gostaria de assegurar que nada mudou, nosso mandato segue, e apesar de tudo, temos de cumpri-lo".

Warner é um antigo aliado de Blatter, mas foi suspenso no domingo em uma investigação sobre acusação de suborno em troca de votos para Mohamed bin Hammam na eleição presidencial da Fifa. O catariano, que desistiu da sua candidatura, também foi suspenso pela entidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.