Shizuo Kambayashi/AP
Shizuo Kambayashi/AP

Puyol admite 'tensão' por fratura de Villa e pede ajuda para marcar Neymar

Para defensor do Barcelona, atacante santista precisa ter marcação especial na final do Mundial

estadão.com.br com ESPN,

15 de dezembro de 2011 | 17h01

YOKOHAMA - A lesão do atacante David Villa abalou o elenco do Barcelona. Em um lance na partida em que o time catalão bateu o Al-Saad por 4 a 0, e se classificou para a final do Mundial de Clubes, o jogador fraturou a perna.

"Foi um golpe duro para todos. Está claro que o aspecto negativo desta partida são as lesões, principalmente a de Villa, que foi muito grande", disse Puyol, capitão do time que enfrenta o Santos neste domingo.

O problema de Villa soma-se ao de Alexis Sánchez. O Atacante chileno, que poderia atuar na vaga de Villa, saiu do gramado com dores e preocupa o técnico Pep Guardiola para o confronto.

Apesar do favoritismo do Barça, a equipe está atenta aos passos da equipe de Neymar. O atacante santista, segundo Puyol, Neymar é um grande jogador, que tem um futuro impressionante. E é muito difícil marca-lo, porque quando ele está com a bola, ele a esconde e você nunca sabe de onde ela vai sair', disse o defensor do Barcelona.

Se Guardiola ainda não começou a estudar a equipe de Muricy Ramalho, Puyol já pede ajuda para tentar segurar o astro do Santos. Experiente, o zagueiro admite que sozinho, dificilmente vai ter êxito contra Neymar.

"Marcar Neymar não será trabalho de um jogador só, e sim de toda a defesa", reforçou Puyol, que também alertou para o resto da equipe santista: "Se fala muito de Neymar, mas eles têm mais jogadores, temos que fazer uma partida completa se queremos ganhar".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.