Aziz Karimov/AP
Aziz Karimov/AP

Qarabag segura Atlético de Madri e conquista 1.º ponto na Liga dos Campeões

Equipe do Azerbaijão empata sem gols com o time espanhol, em casa

Estadão Conteúdo

18 Outubro 2017 | 16h38

O Qarabag surpreendeu o Atlético de Madri ao empatar em 0 a 0 nesta quarta-feira, em Baku, no Azerbaijão, pela terceira rodada do Grupo C da Liga dos Campeões da Europa. O duelo teve participação de destaque do brasileiro Pedro Henrique, meia que atua com a camisa 10 da equipe azerbaijana.

+ Com gol de Gabriel Jesus, Manchester City bate Napoli e mantém ponta

O resultado foi considerado péssimo para a equipe madrilenha, que conquistou apenas dois pontos neste primeiro turno da chave - empate com a Roma em 0 a 0, na Itália, e derrota para o Chelsea por 2 a 1, em casa.

Por outro lado, o placar foi muito comemorado por jogadores, comissão técnica e torcedores do Qarabag, clube que obteve o seu primeiro ponto como integrante da principal competição europeia em toda a sua história.

A equipe do Qarabag teve uma ótima atuação em praticamente todos os 90 minutos - mais acréscimos - do duelo. No entanto, os espanhóis tiveram boas chances para abrir o marcador no primeiro tempo. Aos 26, o atacante belga Carrasco fez grande jogada e saiu na frente do goleiro bósnio Ibrahim Sehic, que desviou o chute para a linha de fundo. Minutos depois, em um lance parecido, foi a vez do francês Griezmann chegar sozinho na frente do arqueiro, que fez outra intervenção providencial.

Na segunda etapa, o time madrilenho tentou pressionar o adversário. Aos 7 minutos, Griezmann chegou a colocar a bola na rede do Qarabag em uma jogada pelo lado esquerdo do ataque espanhol, mas a arbitragem assinalou impedimento.

A equipe local passou a determinar o ritmo do jogo e começou a criar várias oportunidades de gol. Aos 17 minutos, o meia brasileiro Pedro Henrique limpou dois zagueiros do Atlético de Madrid e ficou frente a frente com goleiro Oblak, mas foi travado na hora do chute por Filipe Luis.

Logo depois, aos 25 minutos, o sul-africano Dino Ndlovu também conseguiu se desvencilhar de dois defensores atleticanos, saiu na cara de Oblak e chutou com força, mas a bola desviou na zaga e subiu demais.

Os últimos minutos da partida foram ainda mais emocionantes, com ambas as equipes lançadas no ataque na tentativa de vencer. O Atlético de Madrid teve grande chance aos 38, quando o goleiro Sehic soltou uma bola que iria claramente para a linha de fundo. A bola foi cruzada para a cabeça de Fernando Torres, que reclamou de um empurrão por trás, mas a arbitragem nada marcou.

O Qarabag ainda teve a chance de bater os espanhóis em pelo menos outros dois ótimos contra-ataques, mas a zaga do Atlético de Madrid funcionou bem e evitou uma derrota histórica, pois seria o primeiro triunfo do time azerbaijano na Liga dos Campeões. No final, o empate em 0 a 0 foi festejado pelos locais. Já os jogadores atleticanos deixaram o gramado cabisbaixos.

Na próxima rodada (abertura do returno do Grupo D), o Atlético de Madrid - que ocupa somente a terceira posição da chave - jogará novamente contra o Qarabag, lanterna do grupo, desta vez no estádio Wanda Metropolitano, nova casa da equipe, em Madri.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.