Francisco Leong/AFP
Francisco Leong/AFP

'Qualquer um pode ser Deus', diz técnico da Rússia antes de enfrentar a Espanha

Stanislav Cherchesov usa ditado do país para dar força a seus jogadores frente ao campão mundial de 2010

Gonçalo Junior, enviado especial / Moscou, O Estado de S.Paulo

30 Junho 2018 | 12h10

O técnico Stanislav Cherchesov usou um ditado russo para comentar o confronto deste domingo entre Espanha e Rússia pelas oitavas de final da Copa do Mundo. A comparação foi feita quando questionado sobre o confronto com Fernando Hierro, hoje técnico da Espanha, quando ainda eram jogadores.

+ Eriksen admite 'pequeno favoritismo' da Croácia, mas exalta chance da Dinamarca

+ Özil diz que precisará 'de um pouco de tempo' para se recuperar de fiasco alemão

+ Sem Loftus-Cheek e Delph, Inglaterra retoma treinos de olho na Colômbia

"Naquela época, o time espanhol era favorito. Mas há um ditado na Rússia que diz: 'Qualquer um pode ser Deus se trabalhar duro'. Hierro era um grande jogador, o estádio era diferente, mas conseguimos ganhar dos espanhóis. Ninguém imaginava que era possível. Mas ganhamos", disse o treinador russo em entrevista coletiva neste sábado em Moscou.

O jogo foi válido pelas quartas de final da Copa dos Campeões da Uefa, hoje Liga dos Campeões, entre Spartak de Moscou, que tinha Cherchesov como goleiro, e o Real Madrid, de Fernando Hierro. Era a temporada 1990/1991.

A partida terminou empatada por 0 a 0 e foi disputada no mesmo estádio de Luzhniki, que será o palco da decisão de domingo. No jogo de volta, em Madrid, o time russo venceu por 3 a 1. O Spartak de Cherchesov foi derrotado na semifinal pelo Olympique de Marselha que, por sua vez, seria derrotado pelo Estrela Vermelha na final.

Cherchesov evitou falar em favoritismo da Espanha. "A Espanha é uma grande seleção, vai impor muitas dificuldades, mas também temos nossa estratégia e nossas armas", disse o treinador russo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.