Quarta cheia de jogos de seleções

Nesta quarta-feira acontecerão 12 jogos válidos pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo em quatro continentes, mas as partidas mais atraentes do dia não contarão pontos. Amistosos como Alemanha e Argentina, Inglaterra e Holanda, Itália e Rússia, França e Suécia e Irlanda e Portugal chamam mais a atenção do que os jogos oficiais.O confronto entre Alemanha e Argentina - países que decidiram as Copas do Mundo de 1986 e 1990, com uma vitória para cada lado - provoca tanto interesse que os 51.500 ingressos colocados à venda em Dusseldorf se esgotaram há um mês. Será o segundo jogo dos alemães contra uma força da América do Sul em cinco meses - em setembro, empataram por 1 a 1 com o Brasil em Berlim. "Ter a chance de jogar contra a Argentina é sempre um acontecimento. Disse aos meus jogadores para desfrutarem dessa oportunidade. E acredito que temos condição de derrotá-los, embora considere a Argentina o melhor time do mundo no momento, um pouquinho à frente do Brasil", disse o técnico Jurgen Klinsmann. O meia Michael Ballack está gripado e por isso não jogará.Na Argentina, o destaque é o meia Riquelme, que atravessa ótima fase no Villarreal. O técnico José Pekerman admitiu que sua equipe jogará nos contragolpes. "Mas isso não significa que não pensamos em ganhar."No amistoso que Inglaterra e Holanda disputarão em Birmingham o grande ausente será o atacante holandês Robben, estrela do Chelsea. Ele fraturou o pé esquerdo jogando por seu time.Entre as grandes seleções européias, a única que jogará nesta quarta pelas Eliminatórias é a Espanha - receberá San Marino em Almeria. A novidade será a estréia do meia Ivan de la Peña, que aos 28 anos fará sua primeira partida pela seleção principal. "Nunca é tarde para jogar pelo seu país", disse o jogador do Espanyol.A ordem do técnico Luís Aragonés é para o time marcar o máximo possível de gols. Com três jogos disputados no Grupo 7, a Espanha está em terceiro lugar com cinco pontos - Sérvia e Montenegro lidera com 10 e a Lituânia tem 8, mas ambas jogaram quatro vezes. "O número de gols pode ser decisivo para a classificação para a Copa", afirmou o treinador.Na Concacaf e na Ásia terá início a fase final da competição. Os três primeiros da Concacaf e os quatro primeiros da Ásia irão ao Mundial.

Agencia Estado,

08 de fevereiro de 2005 | 18h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.