'Quarteto mágico' impulsiona ascensão do São Paulo no Brasileiro

Equipe está com 100% de aproveitamento na competição com Paulo Henrique Ganso, Kaká, Alexandre Pato e Alan Kardec em campo

GONÇALO JUNIOR, O Estado de S. Paulo

22 de agosto de 2014 | 11h25

Desde que o quarteto formado por Alan Kardec, Alexandre Pato, Kaká e Ganso foi escalado como titular, o São Paulo acumula três vitórias no Campeonato Brasileiro. Foram triunfos sobre Vitória (3 a 1), Palmeiras (2 a 1) e Internacional (1 a 0). Antes da formação, a equipe havia completado 20 pontos com o empate contra o Criciúma, no Morumbi, partida no qual foi vaiada pelos torcedores. Com as três vitórias seguidas, a equipe chegou aos 29 pontos, está entre os quatro melhores do torneio e planeja iniciar uma perseguição ao líder Cruzeiro.

Os quatro tiveram influência direta nas vitórias são-paulinas. Diante dos baianos do Vitória, Pato fez dois gols, um deles após assistência de Ganso. Kardec anotou outro. Contra o Palmeiras no último fim de semana. Pato recebeu de Paulo Henrique e abriu o placar. No fim, Kardec garantiu a vitória. Contra o Inter, Kaká começou a jogada para conclusão de Ganso, que anotou seu terceiro gol no torneio.

Os números atestam a evolução individual dos jogadores da frente. Ganso é o jogador mais deu assistências no Brasileirão ao lado do cruzeirense Éverton Ribeiro. Foram sete de cada um. Pato lidera as finalizações do time paulista, com 27 em 15 partidas. Ele e Alan Kardec também são os artilheiros do time, com cinco gols cada.

Por outro lado, os quatro não conseguiram impedir a derrota para o Goiás, por 2 a 1. Embora tenham sido escalados apenas no segundo tempo, tiveram atuação discreta. Kaká foi o único que salvou o marcou o tento são-paulino, em sua estreia. O técnico Muricy Ramalho está satisfeito com a formação. "Estamos achando o time. Não podemos achar que uma derrota deixa tudo errado. Ou que uma vitória deixa tudo certo. Não estou empolgado, mas estou feliz", afirmou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.